Urano, Netuno e Plutão

Postado em 24 de julho de 2011 por Andreia Modesto

O que Plutão, Urano e Netuno podem oferecer para o homem moderno são caminhos diferentes, consciências diferentes, metas diferentes. No nível dos relacionamentos, a descoberta é que a segurança na relação pode ser bem menos importante do que as experiências e transformações que ela permite.

Se você toma consciência da necessidade da mudança, você pode se preparar para ela e não precisa levar um susto – com um problema de saúde ou uma demissão – para reavaliar  toda a sua vida e se propor outras rotinas. Você pode procurar inserir  a crise no seu cotidiano – estar se perguntando o tempo todo se pode fazer de outra forma, se está realmente satisfeito ou se não poderia estar fazendo melhor – obviamente que dentro de uma dose saudável de inquietação e não de um modo neurótico.

O que os planetas trans-pessoais promovem é uma postura de rejeição a qualquer tipo de acomodação ou preguiça de viver. Como diriam algumas pessoas, você pode aprender pela dor ou pelo amor e os três planetas teriam essa função – de despertar para a necessidade de se transformar antes que o destino possa criar algum evento para nos fazer acordar.

O que deveríamos perguntar sempre para qualquer planeta por trânsito ou progressão é:  o que eu devo aprender com isto? O  que é que a vida está querendo me ensinar? O que eu preciso descobrir a respeito de mim mesmo?

Em alguns casos, as pessoas podem se mobilizar na nova direção com vontade mas o problema é que também querem manter algum vínculo com a situação anterior, o que na maioria das vezes não é possível.

Uma cliente enfrentou um trânsito de Plutão sobre sua casa 7 com a demissão repentina do marido, que se deprimiu por anos e saiu do mercado. Com o enfraquecimento do parceiro, ela teve que assumir a casa em todos os sentidos, saindo para trabalhar pela primeira vez e  descobrindo um potencial de liderança e uma inteligência para a área de marketing e vendas que desconhecia. O casamento não acabou e quando ele pôde recuperar um pouco da vitalidade e retomar a carreira, o relacionamento estava melhor do que antes pois existia um equilíbrio maior entre os dois.

Muitas vezes é o fato de poder lidar com a perda do relacionamento que tornará o relacionamento mais forte, mais vigoroso. Quando lidamos com possibilidade de perda do dinheiro, da saúde ou de vínculos afetivos, aprendemos não somente a dar mais valor ao que temos como também a cuidar melhor do que temos.

Nesse sentido, Plutão, Urano e Netuno podem se conjugar com Saturno – a perda pode trazer a necessidade de uma reorganização e um período de restrições para que se alcance uma nova harmonia.

São planetas de excessos, oito ou oitenta. Mas muitas vezes o que começou de um modo descontrolado – uma paixão ou uma obsessão por  trabalho – é o  estopim para uma nova consciência. É comum que exista de início um desequilíbrio quando os planetas começam a atuar, um tipo de exagero no modo como a crise se expressa até que pela consciência do que está acontecendo, possa se alcançar um novo equilíbrio. Esse processo pode durar meses ou anos.

O que os planetas  trazem à tona, é importante para o nosso desenvolvimento. A proposta de cada um de nós é a evolução, o desenvolvimento de um nível de consciência cada vez maior. Da identificação com a família de origem, da necessidade de satisfazer a segurança material, da integração à comunidade, do desejo de realização pessoal e ganho da autonomia, até a possibilidade de se fazer um canal para transformações maiores de toda a Humanidade. A Humanidade vive uma crise de consciência uraniana e as mudanças para todo o planeta forçam cada um de nós a  rever seus valores, crenças e condutas, quebrando preconceitos e idéias fixas.

No livro “Astrologia da Transformaçao”, da Ed.Pensamento, Dane Rudhyar coloca que a função dos planetas trans-pessoais é a quebra dos condicionamentos culturais e das vaidades pessoais. Diz que o revolucionário Urano tem a função de despertar  “genialidades”, dons especiais que o indivíduo poderá usar para sua comunidade ou apenas para confirmar, pelo seu poder de criação, que é um sujeito único. Netuno teria a função de sonhar, ter visões importantes de modo a motivar os indivíduos a  transformarem tais sonhos em realidade. A Humanidade somente pode realizar aquilo que já foi sonhado pelos indivíduos. Em relação a Plutão, considera que o planeta atua melhor quando encontra um canal para o coletivo, sendo a chave de uma nova organização política e social.

Voltando à questão individual, quando Plutão nos faz ter um ataque de raiva, quando Urano nos faz praticar esportes e correr diariamente ou quando Netuno nos visita todas as noites com sonhos de conteúdos misteriosos, estamos nos descobrindo. Possuímos a capacidade de sentir, fazer, intuir de modo diferente.

Os planetas trans-pessoais como símbolos do inconsciente, são símbolos de poder criativo e da imaginação. Todo ser humano pode ser criativo e imaginativo. As pessoas têm bloqueado a inteligência, dopado a percepção mais apurada, porque querem funcionar dentro de padrões de “normalidade” para serem aceitas. O “senso-comum” destrói a alma, o desejo, a vontade, obriga a usar o mesmo estilo de roupa, estudar a mesma pedagogia, comer a mesma comida.

Urano, Netuno e Plutão são energias que desbloqueiam, impedem que o indivíduo se acomode ou se limite. Por um sonho noturno, por uma demissão, por um divórcio, por uma doença, todos nós somos desafiados a jogar fora o medo e sair para tentar possibilidades diferentes que só podem ser conquistadas se  temos uma abordagem diferente da vida e se nos permitimos desenvolver dons e talentos novos.

O melhor de Urano, Netuno e Plutão é nos fazer questionar. Porque não? Porque as coisas não podem ser feitas e vividas de um modo diferente? Porque se deve engolir tudo o que se diz por aí?

Mas é possível identificar a revolução aquariana em atos que podem parecer “pequenos” mas são grandiosos: quando você compra alimentos orgânicos, quando separa o lixo de casa para reciclagem, quando rejeita as sacolas de plástico e quando elimina por completo o cigarro de sua vida.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *