20 de janeiro – Ingresso do Sol em Aquário, Lua Nova em Aquário – 2015 começou!

Postado em 13 de janeiro de 2015 por Andreia Modesto

Do jeito como dá prá fazer e não do jeito como gostaria realmente. Início de ano, sempre muita coisa acontecendo, muitos estudos acumulados. Depois de meses sem acesso direto ao Facebook, a vida recomeça. E com atropelos e imperfeições, buscando as utopias, algumas se realizando rapidamente (aquelas ligadas ao desenvolvimento tecnológico), outras, quem sabe, na próxima encarnação. Com os mortos em Paris, as bombas de gás na Paulista, os erros médicos e os antigos heróis transformados em idosos sem nenhuma vergonha de ficar repetindo a (H) história. A Humanidade vai continuar insistindo, se confundindo e tentando de novo…

INGRESSO DO SOL EM AQUÁRIO – LUA NOVA EM AQUÁRIO – 20 DE JANEIRO – horário da Lua Nova: 11 h 14 m – Sol, Lua, Mercúrio e Vênus em Aquário – realização das utopias? “Eu detestaria um mundo perfeito; seria tedioso” – Foote

Depois de meses sem acesso direto ao FB, aqui vamos novamente. Ensaio e erro, 2015 começou! Com todos os pecados, erros, imediatos arrependimentos, e sempre o desejo eterno de melhorar. Não existe outro caminho: ser uma utopia para si mesmo e para todos os outros. Continuar tentando…

No mundo dos selfies (graças a Deus que muitos incluem os amigos), do umbigo e do Deus “dentro de mim”, onde a divindade é transposta para o próprio “Ego”, no mundo dos espelhos, narcisos e subjetividade irritante, pois todos falam sozinhos, a entrada do Sol em Aquário, com Marte e Netuno conjuntos, nos lembra que o OUTRO existe.

E que o sentido de nossas vidas e até mesmo o reconhecimento de quem somos só pode acontecer no contato com esse OUTRO, que pode nos causar surpresa, ou qualquer outro sentimento.

Tolerância e aceitação são exercícios cotidianos e não apenas slogan e moda. “Se você não pode alimentar centenas de pessoas, alimente apenas uma”. Madre Teresa de Calcutá

“Da aula do Prof. Leandro, ontem, sobre Pecar e Perdoar: – Madre Teresa subiu aos céus e se surpreendeu quando no primeiro dia Deus pediu uma pizza para o almoço; no segundo dia, novamente Deus pediu uma refeição delivery num restaurante de massas; e no terceiro dia, antes que Deus telefonasse para pedir mais uma comida pronta, Madre Teresa perguntou: – Senhor, desculpe, mas não seria melhor cozinharmos alguma comida fresquinha? – E Deus respondeu: – Acha que vale mesmo a pena irmos para a cozinha fazer algo só  para nós dois?” …