A Lua no mapa astral

Postado em 28 de outubro de 2016 por Andreia Modesto

É verdade que a Lua do meu mapa astral está no signo que foi o meu signo solar na última encarnação?

Uma cliente fez a pergunta e achei melhor responder pelo site e pelo Facebook, pois muitas pessoas querem entender um pouco mais as posições planetárias do próprio mapa.

É verdade. É uma afirmação encontrada em muitos livros. O signo lunar do mapa astral de agora estaria no signo ocupado pelo Sol na última vida.

A Lua, os Nodos Lunares, os planetas retrógrados e as casas de água (casa 4, 8 e 12) fariam referência às experiências das últimas vidas, como uma síntese do que já foi vivido e trazendo para essa vida de agora as questões que ficaram pendentes e precisam ser resolvidas.

A Lua é símbolo do feminino, da subjetividade, do mundo interior. Mostra o modo como reagimos à vida. Como lidamos com nossas emoções, como atendemos nossas necessidades afetivas.

Alguns astrólogos acreditam que as mulheres devem ser interpretadas pelo signo da Lua e de Vênus, já que os dois planetas poderiam dizer muito mais da personalidade delas do que o Sol, que é símbolo do masculino.

A Lua revela nosso ambiente de infância, nossa relação com a figura da mãe, a mãe ela própria, suas características e necessidades.

Uma curiosidade: a Lua em Capricórnio seria, teoricamente, o posicionamento mais difícil para a Lua. Seria a “Lua em exílio”, por estar no signo oposto ao signo de Câncer, onde tem o seu domicílio.

Nenhum posicionamento astrológico pode ser interpretado fora do contexto em que aparece. Podemos discorrer teoricamente sobre muitos aspectos e posicionamentos. Na hora da prática, as coisas podem se mostrar de outra maneira.

Vi raríssimas vezes a Lua em Capricórnio prejudicar alguém. E isso só aconteceu dentro de contextos onde, pelo predomínio de planetas no elemento terra (Touro, Virgem e Capricórnio), a posição da Lua representava um reforço na rigidez e dificuldade em relaxar.

Normalmente traz o controle das emoções, mas dependendo do contexto, pode ser muito positiva. A Lua em Áries e as Luas mergulhadas no elemento água parecem ser mais complicadas.

Lua é sinônimo de colo. Áries é sinônimo de guerreiro. Mesmo assim, energias tão dissonantes podem ter um bom resultado num mapa que exija essa lua com disposição para brigar. É uma Lua entusiasmada e que nunca se entrega, sempre disposta a dar a volta por cima.

As Luas mergulhadas no elemento água, em Câncer, Escorpião e Peixes, parecem ser tão profundas, misteriosas e emotivas, que podem gerar frequentes tsunamis na vida das pessoas.

Algumas delas ficam um bom tempo lá embaixo, no fundo do mar, depois voltam à superfície, renovadas. Mas é preciso tomar cuidado com os processos depressivos.

Mas, como eu disse: tudo depende do contexto. As Luas colocadas no elemento água podem ser também mediúnicas, carismáticas, curadoras, refrescantes, lúdicas e generosas.