Amor e Aquário. Aquário e relacionamentos.

Postado em 25 de janeiro de 2016 por Andreia Modesto

Como é que Aquário ama? Como é o parceiro ideal para Aquário? Bom, dois aquarianos se entendem muito bem, pois sabem que de médico, poeta e louco, todo mundo tem um pouco…então, respeitam as “esquisitices” do outro e não perdem tempo com controles ou questões banais.

Aquário é o signo da vanguarda e amar é transcender, ir além, pensar e experimentar a vida. Respire fundo e prepare-se para uma jornada nas estrelas, pois é isso que Aquário propõe.

Ninguém vai seduzir Aquário com uma carinha bonita ou com um corpinho em forma. É melhor preparar uma lista de filmes que levam a “pensar sobre temas importantes para o mundo moderno”, ler alguns filósofos contemporâneos e visitar a Califórnia para merecer a atenção do signo.

Rotinas? A melhor palavra para descrever Aquário é utopia. O casal precisa sonhar junto, de preferência, sonhar grande, sonhos que tragam motivação para ficar junto, empenhados em transformar esse desejo em realidade. Não estamos falando de dinheiro ou poder profissional, mas de experimentar a vida, prova-la, devorá-la e ir além do que outros casais podem ir.

Aquário pode abrir mão de filhos biológicos e adotar quatro crianças já crescidas, para poder dar a elas o que a família não pôde ou não quis dar. Aquário não se prende a regras, mas a verdades. E não se prende a verdades vendidas na mídia, mas suas próprias verdades, que brotam unicamente da sua sensibilidade e percepção aguçada da vida.

Signo das contradições, procura utopias, segue seus ideais e ao mesmo tempo, reconhece que não existe nada maior do que a experiência direta com a vida, sem grandes sofisticações. A vida é o maior Mestre, que está o tempo todo nos testando.

Vida social, amigos, ideias, viagens, estudos, leituras, exercícios, pedaladas, caminhadas pela montanha, mergulho na gruta, beijos no deserto, aventuras.

Liberdade. Filhos? Coloque-os na mochila ou na bandejinha da bicicleta e vamos embora. Aquário precisa de constantes estímulos e todos ao seu redor precisam participar.

Alguns signos têm má reputação na vida afetiva. O individualismo e a necessidade de liberdade de Áries, Sagitário e Aquário são sempre alvos de críticas. Mas é preciso explicar melhor. Ninguém pode prever se “aquela” pessoa nascida em Aquário vai realmente se comportar de modo tão irreverente que o convívio diário se torna difícil.

O mapa astral é um contexto rico e a combinação de Aquário com Libra ou outros signos mais estáveis no amor como Touro, Leão ou Câncer, já são suficientes para permitir que Aquário se fixe num relacionamento por muito tempo.

Há pouco tempo recebi um casal que está se separando. Nem ele e nem ela pertencem ao signo de Aquário. Depois de 11 anos juntos, decidiram amigavelmente que a relação se esgotou. O que me chamou a atenção é que nesses 11 anos, eles não mudaram em nada. E não construíram ou experimentaram muita coisa. São as mesmas pessoas, estão nos mesmos empregos e suas expectativas e demandas são as mesmas.

Isso jamais aconteceria com quem se envolve com Aquário. Assim como Escorpião, é um signo que propõe mudanças e evolução em todos os sentidos, físico, espiritual e intelectual. Depois de se envolver com Aquário, você nunca mais vai ser a mesma pessoa.

É importante registrar que Aquário não tem paciência com triângulos amorosos. Não gosta muito de perder tempo com essas questões que fazem o repertório de alguns librianos, escorpiões ou taurinos (alguns, não todos).

Aquário olha para a frente, busca liberdade e oferece liberdade. Quer que você participe de suas ideias, que você acrescente seu brilhantismo, que você pule com ele de paraquedas e que se possa dizer: “Estamos vivendo”.

Aquarianos mais rotineiros, medrosos, caseiros ou pacatos, podem jogar a irreverência da mente aquariana na matemática ou no estudo de finanças ou tecnologia. Mas continuam sendo alguém com quem você pode aprender muitas coisas novas.

Aquário, sinônimo, novidade! Talvez o “melhor” parceiro para Aquário seja Gêmeos, signo com o qual Aquário compartilha muitas qualidades. Mas, nem sempre Aquário procura afinidades, pois tem maior atração por tudo o que é diferente.

Ilustrando a postagem, embelezando com a jovialidade eterna do signo, Marcello Antony, 28 de janeiro de 1965, cinquentão radiante.

Segue abaixo o texto que eu havia feito para uma postagem anterior intitulada: Doze formas de amar.

Aquário– Vamos voar para a Lua, num disco-voador. E depois vamos mudar o mundo, transformando-o num lugar melhor para se viver. Aquário vai querer ir além da Lua, vai convidar você para ir até Marte confirmar se realmente o planeta é habitado por animais. Entusiasmo e magnetismo intelectuais. Quer que você provoque, que você traga para ele um novo modo de pensar. E é isso que vai oferecer a você. Se você deseja ter alguém “diferente”, procure alguém nascido sob o signo de Aquário.

Irreverente e inquieto, vai viver essa energia no relacionamento. Como Gêmeos, vai ter amigos, vida social intensa. E como Sagitário, vai querer correr o mundo. Experiências. O relacionamento não tem espaço para ciúmes. Liberdade é a tônica. Você é único, Aquário é único e a relação é original, não podendo ser comparada com nenhuma outra. Relação sem preconceitos, o que não significa que possam ter outros envolvimentos afetivos. Mas permitem que o parceiro tenha total liberdade para as atividades que deseja fazer sozinho.

A relação tem como meta o crescimento intelectual e o desejo de poder fazer algo a mais pelo mundo. Se você criar um blog para debater medidas que podemos adotar para cuidar do meio ambiente e convidar Aquário para trabalhos voluntários no final de semana, ele vai se derreter. Aquário precisa “pensar” junto e o desejo nasce menos da contemplação da beleza física e muito mais da admiração intelectual.