Aprendendo a ser o que você precisa ser

Postado em 9 de novembro de 2016 por Andreia Modesto

“Aprendendo a ser o que você precisa ser” – A estrutura de um mapa astral é complexa. Estudantes de Astrologia frequentemente desistem de continuar quando percebem que o estudo “das partes” não se confirma “no todo”, pois o contexto geral pode modificar o que leu nos manuais.

A maior parte das pessoas se identifica com o que é dito sobre o Nodo Lunar Sul, Cauda do Dragão, herança kármica das vidas anteriores, essência do mapa. Conseguem se perceber ali muito mais do que em qualquer outro posicionamento astrológico.

Isso acontece porque o espírito está condicionado a dar aquelas respostas à vida e a se portar daquela maneira. Até que reconheça que aquele comportamento precisa mudar para que exista evolução.
A direção dessa vida de agora é apontada pelo Nodo Lunar Norte, Cabeça do Dragão, obrigatoriamente o oposto do que diz o Nodo Lunar Sul.

Algumas pessoas estão “aprendendo” a desenvolver o signo solar.

E isso para elas pode ser um grande desafio:

Arianos nascidos em 1968 Taurinos nascidos em 1967 e 1966
Geminianos nascidos em 1947, 1983 e 1984 Cancerianos nascidos em 1963 e 1964 – Leoninos nascidos em 1961 e 1962 Virginianos nascidos em 1978 e 1979 – Librianos nascidos em 1977, 1958 e 1959 – Escorpiões nascidos em 1957 – Sagitários nascidos em 1955
Capricórnios nascidos em 1954 – Aquários nascidos em 1971 e 1952 – Piscianos nascidos em 1970

Fiz essa listinha de cabeça, sem pensar muito. Poderia explicar melhor, mas a intenção da postagem é deixar claro que é absolutamente possível que alguém não se identifique tanto com o seu signo solar, pois ninguém “é” o signo solar.

Críticos da Astrologia sempre tocam nesse ponto. Existem taurinos despojados em relação a dinheiro, existem piscianos ateus e librianos que fogem do casamento, assim como geminianos calados e leoninos com baixa autoestima.

É preciso abertura de mente para poder lidar com a Astrologia resistindo aos rótulos e leituras fáceis.

Basta um planeta como Netuno em oposição ao seu signo solar para diluir a energia do signo solar.

Urano em aspecto com a Lua de um canceriano poderá torna-lo mais inquieto e nervoso do que outros cancerianos.

Sol, Lua e Mercúrio em Sagitário na casa 7, casa de Libra, tornará esse sagitariano mais “dependente” dos relacionamentos do que se lê nos livros.

Mas nada é mais determinante do que a posição dos Nodos, que não somente descrevem a personalidade e as tendências, como também o ambiente da infância e algumas experiências de vida.

E se nosso interesse é entender a missão de vida, se buscamos o sentido e o motivo dessa encarnação, a leitura dos Nodos Lunares é fundamental.

O propósito da vida só pode ser encontrado na leitura dos Nodos. É como o “calcanhar de Aquiles”, que aponta as dificuldades maiores da vida, muito mais do que controlar a gula de Touro ou a dispersão de Peixes.

Os Nodos mostram de onde aquela pessoa está vindo e para onde ela vai. E a noção de karma nunca é a noção de castigo, mas de desenvolvimento, as experiências que não puderam ser aprendidas em vidas anteriores.

Embora a maior parte das pessoas identifique karma com grandes dificuldades, as lições estão associadas às principais experiências humanas, muitas vezes, cotidianas.

“Cada um é cada um”, embora existam questões kármicas coletivas, que também são abordadas no mapa astral.

Fiz esse texto antes de Trump ser eleito. Má surpresa poder aproveitar o seu exemplo para ilustrar a postagem.

Trump tem vários aspectos que sugerem que possa fazer política:
Nodo Norte em Gêmeos na casa 10 – carreira, colocado ENTRE Sol e Urano de nascimento.

Saturno e Vênus conjuntos em Câncer na casa 11 – grupos/política e Mercúrio em Câncer na casa 11, mas não conjunto aos outros dois planetas.

O exercício da casa 10 Trump conheceu muito bem, ganhando fama através do seu trabalho e poder. Mas o Nodo Norte em Gêmeos ainda não foi trabalhado.

Ele está “aprendendo a ser geminiano”, assim como Obama, leonino nascido em 1961, está também aprendendo a ser leonino.

No mapa de Hillary, o Nodo Sul está em Escorpião, signo solar dela, reforçando as influências de vidas anteriores do interesse pela política, valorização do casamento e associações (com decepções) e relação complicada com dinheiro.