Astrodestino – Áries, Marte e casa 1

Postado em 9 de abril de 2011 por Andreia Modesto

Quando uma energia marca o corpo físico, ela pode ser considerada como fator “determinante” de destino. Eu recordo uma canceriana com Júpiter na casa 9 em trígono exato com o Ascendente que nada tinha de redonda ou maternal, apesar de 5 planetas em Câncer. Magra, alta e com os cabelos vermelhos, vivia entre Brasil e Europa, desgarrada, peregrina, selvagem numa expressão clássica de Sagitário. Existiam questões familiares pendentes de dinheiro e emoção mas não se paralisava em função de tais questões.

O karma sul na primeira casa pode determinar uma personalidade forte e auto-centrada. Mesmo que num signo aparentemente mais frágil. Se o karma sul ou nodo sul está em Libra na primeira casa, a expressão pode ser suave e doce mas os ideais librianos serão defendidos energicamente e pode-se passar a vida procurando o equilíbrio dentro da relação a dois.

O karma sul em Áries é enérgico e muito mais agressivo no bom sentido. Algumas combinações podem dar dor de cabeça ao astrólogo para interpretar como o karma sul em Áries na casa 3, pois a firmeza ariana contradiz a dispersão de Mercúrio. No entanto, você pode ter a leitura da força (Áries) da palavra (casa 3) e ter um bom jornalista ou assessor de imprensa na sua frente. De um modo negativo pode existir uma tendência a começar muitos projetos de modo animado (Áries) mas não terminá-los (casa 3).

É importante registrar que qualquer aspecto planetário pode ser bem ou mal vivenciado. Tudo vai depender não apenas do contexto do mapa mas do nível de maturidade e idade daquela pessoa. Aos 23 anos, Saturno pode representar o processo de escolha, o investimento, o esforço e o trabalho árduo. Aos 56 anos, representa a recompensa, a estabilidade conquistada ao longo da vida.

Tenho uma cliente que é karma sul em Gêmeos no Ascendente. É uma personalidade forte, positiva, nunca duvida do que está fazendo e acho que a palavra “dualidade” não existe no seu dicionário. Mas trabalha em editoras, um cenário absolutamente geminiano, lida com a palavra o tempo todo e tem a versatilidade do signo e a capacidade de dizer o que pensa sem magoar as pessoas. É responsável pela escolha final dos livros que serão editados e gosta de diversificar os temas e autores.

É preciso também lembrar que a posição do regente do Ascendente sempre diz muito de uma pessoa. Ascendente em Áries com Marte em Peixes na casa 12, será uma combinação de extrema sensibilidade com a força ariana e pode ser que o corpo físico seja de Netuno, sem a magreza e o narizinho arrebitado de Áries. Ascendente em Áries com Marte em Touro na casa 2 pode estar mais preocupado em construir segurança material do que em se jogar arianamente nas experiências que oferecem algum tipo de risco.

Você pode ler que Marte no Ascendente predispõe a acidentes ou que a Lua no Ascendente vai gerar um complexo materno. Tudo depende do modo como se canalizam tais energias, entendendo novamente que nada se traduz fora de um contexto. Não se pode dizer que Plutão ou Saturno sejam leves mas traduzir o que eles realmente significam, vai exigir muita atenção a todo o contexto pois nem todo Plutão no Ascendente exala sexualidade e nem todo Saturno no Ascendente quebra os joelhos ou se reprime.

É perigoso rotular um aspecto de difícil ou impossível pois sempre temos defeitos e virtudes e a grande questão é o que é que se faz com tudo isso? Como canalizar tais influências? Marte em Libra e Marte em Câncer, que seriam “aflitos”, sobretudo em mapas masculinos, podem obter boa tradução na expressão da diplomacia e gentileza (Libra) ou nos cuidados com a família (Câncer).

A Astrologia não é uma “ciência exata” e quando se estuda uma pessoa – o mapa é apenas um instrumento para alcançar essa pessoa – é preciso ter a mente aberta. A casa 8 pode favorecer sociedades em alguns contextos. Em outros, mostra relações de submissão e ainda em outros mapas revela uma grande sensibilidade e poder de auto-transformação.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *