Astrologia e Vocação – Signos e Sucesso 2

Postado em 2 de junho de 2012 por Andreia Modesto

Acabei encontrando um outro texto maior sobre Elementos e Vida Profissional. Como o texto é longo, não coloquei nenhuma foto ou ilustração. Talvez ajude um pouco a quem procura uma postura profissional adequada ou alguma satisfação maior na carreira e completa – ou tenta completar – a postagem anterior. Começo o texto pelo ELEMENTO FOGO:

Áries, Leão e Sagitário levam a fama de terem nascido para a fama. Signos de brilho, autoridade e poder, realmente podem ser reconhecidos pelas outras pessoas, antes mesmo que pudessem “se reconhecer”. Um exemplo? O rei coroado aos cinco anos de idade, recebendo cetro e coroa no colo do Primeiro Ministro. É uma expressão leonina de um poder de direito que mais pode assustar o coração quente de Leão do que animar a desempenhar o papel que deve desempenhar.

É comum que Áries, Leão e Sagitário ascendam como cometas. Recordo de uma cliente ariana com o Ascendente em Sagitário, que aos 24 anos de idade “ganhou” uma diretoria em alguns dias, sem nenhum preparo que não fosse a própria coragem. O chefe, transferido para outro país, não topou a mudança de continente e se despediu no meio do processo. Quem iria no lugar dele? A ariana mais próxima que em teoria, acabaria mesmo sendo preparada para isto. Mas, como Áries tem pressa e acaba aprendendo no corpo-a-corpo com a vida, melhor topar  e se jogar no trem de prata, melhor dizendo no avião e ir fazer o que é preciso fazer.  O elemento fogo é poder e poder e solidão podem ser sinônimos. Normalmente caem na fogueira mas não se queimam, conseguindo extrair mais força ainda de todos os desafios.

Tomam decisões por si mesmos e pelas outras pessoas, arriscam a pele, Leão ainda mantém a pose, Sagitário mostra o tempo todo que continua acreditando e Áries de vez em quando dá alguns gritos pois de todos, é o mais nervoso e estressado.  Muitos empresários são nascidos em signos de fogo. Esperam o melhor de si próprios e não vão ganhar o sobrenome da empresa que foi fundada pelos outros. Ou seja, vão vestir a própria camisa.  Dos três signos, Áries é o mais atirado, Leão o mais organizado e Sagitário, o que vai mais longe.

Todos os três signos são medalhas de ouro, sobretudo Áries, que sobe no pódio com mais freqüência que os outros dois. Medo? Pode ser que exista muito medo a ser superado mas se o elemento fogo tem medo, o remédio é topar o desafio e não parar para pensar muito.  Áries é o guerreiro. Sagitário e Áries precisam sempre de novas conquistas, mais e mais. O que teremos pela frente? Qual o novo pico a ser escalado? O que é que ainda não fizeram?

Leão é o rei que é capaz de preferir manter o reino, defender o que é seu e fortalecer as muralhas. Costuma ser habilidoso com o dinheiro e um leonino mais atirado, precisa de boas influências de Áries e Sagitário para levantar do trono e seguir em frente!  “Todos” brilham e são carismáticos mas nem todos serão capa de revista. E é sempre preciso ressaltar que o mapa astral é um contexto. O Nodo Sul em Áries no mapa de um libriano com o Ascendente em Gêmeos que poderia – em teoria – ser mais disperso, vai trazer uma dose de ambição e a possibilidade de rivalizar e competir,  que Vênus e Mercúrio desconhecem.

Áries tem iniciativa. E se trabalha com vendas, pode ser aquele que dá o pontapé inicial, que abre caminhos, que conquista o maior cliente, que faz sempre o primeiro contato.  O elemento fogo é motivador e muito impulsivo. Por isto, podem se desenvolver no papel de grandes empresários, pois existe um fogo interno que avisa: não desista nunca!  Mas é sempre importante fazer ressalvas nos textos gerais colocados na web. O Ascendente na cúspide Peixes-Áries, por exemplo, a 3 ou 4 graus de Áries, pode vibrar mais a indecisão de Peixes do que a garra ariana.

O elemento fogo pode ter dificuldades de atuar em equipe. Pode ter dificuldades em ouvir as outras pessoas, ceder, dividir, cooperar. Gosta de liderar e sabe ser o melhor capitão para o time ou para o barco, dependendo da situação. Gosta de ser admirado, seguido, imitado.  Dependendo da estrutura do mapa astral, se existir uma boa conjugação do elemento fogo com o elemento ar, o resultado de um trabalho em equipe poderá ser excelente. O elemento fogo atrai a atenção para si. Torna-se um modelo positivo, inspirador, o chefe, o líder, aquele que ilumina o caminho ardorosamente! Mas não se torna autoritário pois a dose do elemento ar permite que consiga ouvir as outras pessoas, encontrar soluções que possam agradar a maioria, ceder aqui ou ali, sem deixar de ser o eixo para todos.

Quem precisa “colocar a sua marca original” nas coisas que faz, com certeza tem bastante elemento fogo. Colocar o seu próprio nome na empresa ou quem sabe o apelido de infância, inventar, ganhar matéria na revista porque inovou ou trouxe um novo colorido a um determinado setor.

Não é só Aquário que se é inovador. O elemento fogo, sobretudo Áries e Sagitário, estão sempre à frente do tempo. Dão um passo maior e por isto, é possível que a administração financeira seja feita por alguém do elemento terra.  Leão costuma ser mais tradicional e conservador, com uma preocupação maior em manter a imagem. Mas Áries é sinônimo de risco e Sagitário, de aventura.

Se você está se identificando com essa postura arrojada mas não tem o signo solar em Áries, Leão ou Sagitário, é possível que no seu mapa astral existam tais influências pelo signo ascendente, lunar, pela posição dos nodos lunares ou quem sabe, pela posição dos planetas do elemento fogo.

Se você entende um pouquinho de Astrologia, vai entender que ter o Sol em conjunção com o Ascendente, é muito semelhante a ter o Ascendente em Leão. Júpiter ou Marte no Ascendente conferem energias arianas ou sagitarianas aquela personalidade.  O mapa astral é bastante complexo. A posição dos nodos lunares sempre revela o que aquele espírito traz das vidas anteriores. Um pisciano com o nodo sul (herança kármica das vidas anteriores) em Áries pode mostrar uma ambição positiva muito maior do que o signo de Netuno conhece.
O elemento fogo não dá voltas e voltas. A labareda se alastra vaidosa e ilumina, aquece, encoraja.  Se você tem muito elemento fogo, pode ser que necessite de uma carreira através da qual afirme a própria identidade. Não vai gostar de ser apenas mais um número ou se subordinar a um longo planejamento de carreira, mas vai querer fazer as coisas do seu jeito e no seu ritmo.  Leão pode ter a preocupação em assumir negócios de família e nesse sentido, acaba sendo o mais conservador de todos. Dentro da estrutura familiar, assume o papel de comando, na sucessão do pai ou avô.  Sagitário pode se aventurar nos esportes como Áries mas é um signo associado ao Direito, à vida acadêmica (valorização do conhecimento abstrato), ao Turismo e ainda existem outras facetas do signo. Metade mestre e metade animal, muitos sagitarianos vão para a Veterinária ou a Agronomia. Criam animais de grande porte, amam a natureza, conversam com os pássaros. Precisam de muito espaço e ar livre para se motivarem.

Sobre a palavra “autoridade”, Capricórnio se equivale aos signos de fogo, mesmo sendo um signo da terra. Responsabilidade é a palavra-chave do signo de Saturno, que como os signos do elemento fogo, acaba detendo um grande número de responsabilidades em suas costas.  Mas é sempre preciso ter cautela. Sagitário com o Ascendente em Capricórnio, Y tem a Lua e o Nodo Sul em Peixes entre a casa 4 e já atuando sobre a casa 5 (a menos de seis graus) e tem grandes dificuldades em ganhar a vida profissional. Tem a pressa de Sagitário, as fantasias de Peixes e não consegue utilizar o planejamento de Capricórnio que a ajudaria a lidar de modo positivo com o fator tempo.

Discorrendo sobre a Astrologia, é preciso registrar que nem todas as ferramentas astrológicas, entendendo-se toda a estrutura do mapa com os planetas, casas, aspectos, elementos e cia., são completamente fáceis de serem acessados. Pode existir o ariano medroso, pela oposição de Netuno em Libra ao signo de Áries. Ou o leonino com o Nodo Norte em Leão que está aprendendo a ser Leão. Cada caso é um caso a ser estudado, um mapa nunca pode ser comparado a outro, embora todos possam ser comparados.

As comparações ocorrem em níveis diferentes. Duas pessoas nascidas num mesmo dia, mês, ano e cidade de nascimento, possuem realmente o mesmo mapa. O que não pode ser comparado é o modo como cada uma delas lida com os desafios propostos naquela linguagem simbólica.  O Nodo Norte em Leão na primeira casa pode ter criado uma geração de pessoas bem sucedidas na vida profissional e com uma dificuldade maior em criar laços afetivos (Nodo Norte na casa 7 em Aquário).

ELEMENTO TERRA

O Nodo Norte em Touro na casa 2 coloca a questão da segurança material acima de todas as outras. É fundamental ganhar dinheiro por si mesmo, independente da ajuda financeira de parentes ou sócios (o que normalmente não dá certo).

A ambição do elemento fogo precisa se equilibrar com outras influências para conseguir chegar a algum lugar ou, usando uma expressão do elemento terra, concretizar seus objetivos. O elemento fogo deseja mas é preciso se enquadrar nas rotinas do dia-a-dia e planejar a vida profissional. Se algumas poucas pessoas podem deixar o barco correr e a vida levar, a grande maioria precisa saber em que terreno está pisando e então, vai pisar até o sucesso almejado e merecido.

Touro, Virgem e Capricórnio são conhecidos pela coerência. Tudo tem o seu lado negativo e podem se tornar pessimistas ou lentos demais na “ocupação do terreno”. Ou podem bloquear a criatividade buscando uma segurança que sufoca e atrofia.

Mas, em teoria, conseguem ter uma perspectiva clara do que seja um caminho profissional bem construído. A palavra coerência não somente diz respeito a ir se alimentando de conhecimentos, ferramentas e relacionamentos do meio em que atua, como também de saber eliminar o que é problema.

Há pouco tempo recebi dois arquitetos que estavam entrando em conflito por conta de um novo cliente. Famoso e com muita disposição e verba para construir a “casa dos sonhos”, o tal cliente dava muitos palpites sobre a obra sem nenhum conhecimento de arquitetura ou engenharia. Ou seja, queria construir a casa de uma determinada maneira e os arquitetos sabiam que o resultado final seria muito ruim caso seguissem à risca o que ele desejava fazer. Nesse caso, é preciso conversar bastante com o cliente e se ele não ceder e continuar insistindo em fazer “do jeito como ele acha que pode fazer”, é melhor não fazer.

Tentar adaptar-se ao cliente, dependendo da situação, pode ser o risco de fracassar. No caso dos arquitetos, o tipo de terreno no qual a casa deveria ser construída, não suportaria a casa “idealizada” pelo cliente. Colocaram de modo objetivo: ou se muda o projeto da casa ou se muda o terreno. Mas na mente do grande comerciante, tudo era possível. Os arquitetos acharam melhor não fazer pois é melhor abrir mão do que fracassar e realizar uma obra mal-feita.

Esse exemplo é perfeito para o elemento terra. É um exemplo de uma carreira regida pelo elemento terra (Arquitetura e Engenharia), no qual se dá FORMA a uma idéia com tijolo e cimento, e eles atuaram com cautela, com prudência. A recusa não é negativa pois fortalece o escritório de arquitetura como idôneo, correto, honesto.

Se o elemento fogo é acusado de ser  vaidoso, o elemento terra é acusado de ser materialista. Pode ser que alguns exemplos confirmem isto, pois nesse mundo material, é preciso saber encontrar a dose certa para tudo.

Na maior parte das vezes, Touro, Virgem e Capricórnio só estão tentando fazer aquilo que qualquer bom cristão merece: ocupar um lugar definido na vida profissional, o que implica “saber cobrar” e definir o que pode oferecer dentro daquela consulta ou através daquele serviço.

Há pouco tempo uma cliente que há anos sobrevive como excelente professora de inglês, se queixou que depois das aulas, os alunos se mantêm no seu escritório, “papeando” por mais 50 minutos, seja em português ou inglês, tomando cafezinho, criando um laço muito afetivo mas que desgasta fisicamente minha cliente, não traz retorno financeiro e faz com que “as coisas se confundam”, pois alunos se tornam amigos capazes de ligar para ela a qualquer hora do dia e da noite,  para pedir conselhos ou desabafar, seja na língua de Shakespeare ou em bom português. Canceriana com o Nodo Sul em Peixes, tem dificuldades com os limites. Dá muito e recebe pouco, em poucas palavras. É um exercício, mesclar a gentileza, o acolhimento mas saber respeitar os próprios limites para preservar a saúde do corpo, da mente e da conta bancária.

O elemento terra tem mais condições de dar limites quando atua como autônomo pois é mais organizado por dentro e não mistura tanto a emoção com o desenvolvimento na vida profissional. Sabe que o cenário de César é de César e o cenário de Deus é outra coisa. O elemento água é um elemento que confunde e pode ter grandes fantasias. É comum receber pessoas que acreditam que a vida é “ditada” de fora para dentro, salvação ou maldição não teriam nada a ver com as próprias escolhas.

T. se intitula “confusa” e na consulta só faz menção ao que as outras pessoas sugerem que ela faça. O avô reconhece o seu potencial de comunicação. A mãe acha que ela nasceu para o Direito e o pai acredita que ela será uma grande mulher de negócios. Mas ela não consegue falar de si mesma e a vida vai passando e ela acaba ocupando cargos e desempenhando funções bem menores do que sua inteligência e sensibilidade merecem.

Acabei dando um mergulho no elemento água e me dispersando. Mas o elemento água faz um contraponto com o elemento terra. Touro, Virgem e Capricórnio procuram definir o espaço que vão ocupar e o problema é se a segurança que buscam atrofia a sensibilidade ou se ficam muito tempo adiando o sucesso por prestarem atenção excessiva aos detalhes.

Touro é o mais meticuloso, Virgem o mais ágil e nervoso e Capricórnio o mais planejado.  É curioso que Virgem, pela regência de Mercúrio, possa se destacar como mais dinâmico e arrojado, muitas vezes tendo um ritmo mais acelerado e atuando em cenários diferentes dos cenários de Touro e Capricórnio. Virgem é um signo de professores, vendedores e Mercúrio gosta da rua e das viagens.

Elvis era Capricórnio e não são poucos os artistas regidos pelo signo de Saturno. A opção pela área da música pode ter sido feita por outras influências de Netuno, Vênus ou Lua mas a dedicação e a busca da perfeição serão a marca de Saturno.  O elemento terra sabe “separar” as coisas. Não tem dificuldades em cobrar pelo serviço prestado, mesmo que tenha trabalhado para o melhor amigo. Aliás, vai preferir não misturar as coisas e recomendar outro profissional do ramo para os amigos ou parentes. Desse modo, evita-se qualquer tipo de constrangimento.

Fazer a lista das “melhores carreiras” é um risco pois como já escrevi em outros parágrafos, pode-se optar através da posição de Saturno, regentes da casa 6 ou utilizar qualquer outra influência astrológica. Mas Touro costuma estar ligado ao “mundo da beleza” – ou dos prazeres, incluindo os da mesa, Virgem é mais inquieto intelectualmente e Capricórnio vai querer gerenciar o seu próprio negócio ou ocupar a cadeira de diretor bem antes dos 40 anos.

Existem alguns exemplos bem radicais. Tenho clientes que com planetas no eixo Touro-Escorpião, atuaram a vida toda no cenário das finanças com sucesso.

Virgem, signo de organização, critério e discernimento, pode estar associado à Medicina (área de saúde de modo geral) ou como já escrevi, grandes professores ou profissionais de vendas. Pode realmente ser a secretária, o assistente ou o arquivista e acabar sendo o suporte para o sucesso de outras pessoas.

Capricórnio pode ficar tão identificado com o sucesso profissional que acaba se escondendo por detrás do título conquistado e isto gera problemas familiares ou pelo menos, dores na coluna.  O sucesso do elemento terra, embora lento, é quase sempre uma certeza. Porque não perdem tempo com fantasias e sabem que são a própria ferramenta. Estão atentos ao erros e acertos cometidos. Os erros devem ser corrigidos e se obtiveram êxito em algumas empreitadas, podem se tornar ainda melhores no que fazem.  O elemento terra sabe lidar com o tempo e por isto não se exige o que não pode dar naquele momento. Tem a visão do passado, o foco do presente e a perspectiva do futuro.

Mas em alguns casos, a teimosia pode empacar o processo de evolução. Uma empresa não pode ser administrada do mesmo modo durante muito tempo pois é preciso se adaptar às exigências do tempo em que vivemos. O conservadorismo é a expressão mais difícil do elemento.