ASTROLOGIA KARMICA (CARMICA)

Postado em 14 de julho de 2015 por Andreia Modesto

A ideia de karma está diretamente ligada a ideia de reencarnação. A ideia dos vários ciclos de aprendizado para uma alma é o karma. Então, é preciso que essa alma venha para o plano material por muitas vezes, até que possa se aprimorar conforme o plano espiritual determina para ela, conforme suas próprias necessidades de desenvolvimento.

É possível fazer uma leitura astrológica sem mencionar o karma. Mas a leitura vai parecer superficial, uma lista de qualidades e potencialidades sem grande significado. Significado é uma palavra que muitos evitam. E em alguns momentos pode ser perda de tempo querer que todas as experiências vida tenham um sentido maior. Em outros momentos, será insuportável não buscar um sentido para tudo o que acontece conosco.

A ideia de que temos várias oportunidades para evoluir é confortante. Vamos até um determinado ponto, depois precisamos avançar um pouco mais. Explica algumas “coincidências”, alguns encontros, algumas vivências que fazem parte de um jogo de quebra-cabeças chamado “destino”.

Além de um karma individual, temos um karma coletivo, na sociedade em que vivemos. E ainda precisamos realizar determinadas funções que são importantes não somente para o nosso desenvolvimento pessoal, mas para satisfação do universo em que vivemos.

Uma das metas que tenho é mergulhar um dia nos escritos de Edgar Cayce, nascido cristão nos EUA, mas que desde cedo, por transes, ditou livros e livros de orientação espiritual, falando de reencarnação e tocando na filosofia oriental.

Por enquanto, basta o conhecimento astrológico. A percepção de que a leitura dos Nodos oferece às pessoas que a procuram é um traçado bem claro de suas experiências nessa vida. E todas se encontram retratadas no Nodo Sul, herança das vidas anteriores, comportamento condicionado.

Gostaria de fazer mais mapas focados nas questões kármicas. A vida moderna, exigente e muitas vezes feroz, faz com que as leituras exijam foco nas previsões, pois todo mundo se sente meio perdido diante de tantas solicitações, pressões, tensões que recebem de fora.

E que criam muita confusão interior. A leitura dos Nodos permite que essa confusão seja desfeita e que as pessoas consigam se olhar com uma clareza maior e abrir algumas portas que podem responder a questões como “o que vim fazer nesta vida” ou “que pontos preciso aprimorar”.

Todo conhecimento tem limites. Então, avançamos e ajudamos muito, mas sempre há de ficar alguma ponta de mistério, ingrediente que não assusta. O importante é tomar consciência e prosseguir no que é possível, evitando a linha de menor esforço que joga tudo para debaixo do tapete e vai seguindo sem refletir.

Sempre que pedir o seu estudo, peça para explorar a parte kármica. A leitura será mais rica e você será ajudado não somente numa determinada consulta, mas para o resto de sua vida.