Astrologia Mitológica – Zeus e Hera – Sagitário, Libra e Touro

Postado em 23 de junho de 2016 por Andreia Modesto

Quando Zeus decidia seduzir uma mortal, ninfa ou deusa, ele tomava a forma que era mais conveniente para se aproximar dela.

Transformou-se num passarinho que caiu no colo de Hera, sua futura esposa, que acolheu o pequeno animal, sem supor que em minutos ele revelaria sua verdadeira identidade e a cortejaria.

Tomou a forma de um cisne para aproximar-se de Leda. Chegou a tomar a forma de Anfitrion, marido de Alcmena que havia partido para a guerra, conseguindo entrar em seus aposentos para ter uma noite com ela.

Tomou a forma de um touro para seduzir a princesa Europa e transformando-se em uma grande águia raptou Ganimedes, um belo pastor e o levou para o Olimpo.

A arte da sedução pode estar muito intimamente ligada à arte do engano: parece ser o que não é. Na Mitologia, Zeus era ágil e depois de seduzir, abandonava as escolhidas que geravam heróis (semideuses) como Héracles (ou Hércules), que seriam perseguidos pela ira de Hera, esposa oficial de Zeus.

Aqui, o que importa é uma reflexão sobre a “arte da sedução”. Tomar uma forma diferente para se aproximar de alguém é dizer ou fazer coisas que não diria e nem faria se não houvesse um outro interesse.

É comum que numa abordagem amorosa os homens digam e façam coisas que não diriam ou fariam. Não é muito difícil adivinhar o que uma garota de 25 anos deseja ouvir ou gosta de fazer. Assim como uma mulher de 38 ou outra com 50 ou 60 e poucos anos.

Dificilmente numa primeira abordagem ele vai dizer que se irrita com o barulho de crianças e que não se imagina dividindo a vida debaixo do mesmo teto com outra pessoa. Não vai dizer que é descontrolado financeiramente e que tem manias insuportáveis.

Vai tomar a forma do que ela gostaria de ver, vai dizer o que ela gostaria de ouvir. Se ela corre, ele vai comprar um bom tênis e começar a correr junto. Se ela lê, vai tentar conhecer o seu autor preferido e fazer citações do mesmo. Se ela adora cozinhar, ele vai descobrir os melhores vinhos para combinar com o cardápio dela.

Vai dizer o que ela anseia por ouvir: sofreu várias decepções, a ex-mulher era fria e só pensava na própria carreira. Está em busca de uma companhia definitiva, admira casais que estão juntos há muitos anos, não quer morrer sem ter filhos, critica quem trai e mente na vida a dois.

Ela, por ser uma mulher, vai acreditar. Meses depois, vai se perguntar o que foi que aconteceu com ele? Começou a ficar esquisito e a duvidar de algumas verdades que eram tão importantes para ele.

É lógico que nem todo homem seduz como Zeus. E não é difícil ter algum discernimento sobre a veracidade de seu comportamento. Se ele agrada demais, desconfie. O sedutor tem suas armas e sabe que não tem intenção de se demorar naquela relação, talvez uns 3 meses, não mais do que isso.

O homem que está verdadeiramente interessado numa relação, não vai fazer graça, vai ser sincero e desde o primeiro minuto já pode deixar claro o que realmente deseja da relação. Pode ser que queira uma relação estável, mas sem expectativas de casamento. Ele não precisa mentir ou se enfeitar demais, pois está em busca de uma relação concreta e tem todo o tempo do mundo, pois não é um jogo.

O que interessa, para ilustrar a Astrologia Mitológica, é o registro de que alguns (ALGUNS, não todos) homens de Sagitário, repetem o “roteiro” de Zeus. São grandes sedutores e, já que repetem o roteiro de Zeus, são casados e muito bem casados. Hera, sua esposa, normalmente é de Libra ou de Touro, não importa qual seja o seu nome, Maria, Joana, Renata…

E ama profundamente esse marido, culpando as mulheres que se jogam para cima dele, acusando-as de serem as provocadoras do “adultério” sem importância. Essa qualidade de “sedutor irresistível” é mais uma qualidade do marido adorado por ela.

Quanto às “seduzidas”, quando se recuperam, brincam se perguntando como é que foram tão cegas e se deixaram enganar tão facilmente. É preciso bom humor para reconhecer que de vez em quando o “me engana que eu gosto”, é divertido.