Interpretação Astrológica – Por onde começar?

Postado em 16 de setembro de 2014 por Andreia Modesto

Se você está começando a estudar ou ler sobre Astrologia e não se sente seguro “por onde começar” a interpretar o mapa, fique tranquilo, pois a maior parte das pessoas nunca tem muita certeza se deve realmente começar pelo signo Ascendente ou se já mergulha nos Nodos ou se começa a interpretação através dos planetas que estão sendo mais pressionados naquele momento.

Aqui, não vai existir erro, mas uma diferença na abordagem. A ordem dos fatores não vai alterar o produto. Ou seja, siga a intuição e vá destrinchando o mapa, desde que, além da intuição, exista um conhecimento verdadeiro sobre o que está observando.

O papel do astrólogo é como o papel de um tradutor. Você pode ter linhas diferentes de interpretação, uso de expressões variadas e se pensar num tradutor “simultâneo”, até sotaques diferentes.

Não existe erro, mas visões diferentes. Você sabe que até os médicos, que detém um conhecimento “científico”, olhando para um raio X ou  um ultra som, podem discordar sobre o que estão vendo e os procedimentos que seguirão aos exames.

O mais comum é que se comece pelo Ascendente, descrevendo a entrada no mundo material e seguindo o regente do Ascendente, por casa, signo, elemento e aspectos formados com outros planetas ou ângulos do mapa. Ou, se existir uma abordagem kármica, que se mergulhe nos Nodos Lunares, abrindo o mapa a partir do que eles estão propondo.

Iniciar uma leitura pelos planetas pressionados por algum outro, por trânsito ou progressão pode ser perfeito. Vou dar alguns exemplos:

João possui o Sol em Câncer, signo regido pela Lua. Digamos que a Lua esteja a 14 graus de Áries, recebendo aspectos de Urano e Plutão. É o suficiente para justificar que a leitura comece por esse trânsito, dando prioridade ao momento presente. Eu diria que começando de “trás para a frente”, pois o “ideal” seria começar pela leitura do autoconhecimento, mas nesse caso, a urgência dos aspectos é maior do que saber que o signo Ascendente ou a posição de Saturno são posições positivas. A vida do cliente pode estar de cabeça para baixo.

Maria possui o Nodo Norte a 13 graus de Leão e recebe influências de Júpiter e Urano sobre o Nodo Norte. Bom, aqui, quando se começa a fazer a análise dos trânsitos, já é possível abordar o que o Nodo Norte em Leão representa. Pois se Urano pode trazer alguma mudança dentro do cenário familiar ou profissional, Júpiter com certeza enfatiza esse movimento de modo positivo, com expansão, reconhecimento, viagens, riqueza material, favorece início ou conclusão de cursos importantes, é fértil e próspero, mas provavelmente num cenário diferente do cenário anterior.

José é nascido em Touro em 1959 e recebe muitos aspectos por trânsito. Não vou citar as progressões. O Nodo Norte está em Libra e por isso, vive o “retorno do Nodo Norte”, um momento tão importante quanto os famosos retornos de Saturno ou Júpiter. Com Urano e Plutão ativando os 11 graus de Áries (Nodo Sul) e a posição de Mercúrio exatamente nesse grau de Áries, e ainda, Plutão trino Sol e oposição Marte, Urano trino Urano de nascimento e Saturno sobre Júpiter de nascimento, vive uma revolução numa sociedade de negócios envolvendo primos e irmãos. Perdeu dinheiro e saúde, mas agora se associa novamente a um velho colega de faculdade e as coisas estão progredindo, pois nessa estrutura não falta vontade de vencer desafios.

Joana, nascida em 1982, recebe duas influências bem diferentes. Júpiter transita sobre Leão, signo solar, na casa 10. Melhor impossível para expansão profissional e começa a exportar seus produtos para América Latina. Mas Plutão transita pelo Nodo Sul na casa 2. Então, vive o dilema da maior parte dos pequenos ou médios empresários. O susto de ver o avião decolando e sentindo a insegurança de não ter estrutura para tantas horas de voo. E o trânsito de Plutão realmente pede controle e atenção às finanças. Com Plutão e Netuno ativando Mercúrio, é preciso ter todos os contatos bem registrados e guardar todos os emails e comunicações, para não existir nenhum engano ou mal entendido.

No mapa de Pedro, você pode começar perguntando por alguma dificuldade para um dos irmãos. Saturno está na casa 3 do seu mapa de nascimento e os Nodos fazem quadratura com Mercúrio. O irmão mais novo se desentendeu com os pais e está vindo para São Paulo morar com Pedro, que 10 anos mais velho, será como seu pai, orientador e mentor daqui para a frente.

Para quem tem o Ascendente em Libra ou Virgem, a leitura pode começar através da análise do parceiro afetivo. Porque as casas mais inquietas podem ser a casa 7 e a casa 8. O relacionamento está sendo questionado ou o parceiro afetivo vive uma crise pessoal, familiar ou profissional.

Enfim, é preciso ser flexível e não seguir um modelo rígido e quadradão, onde a vida jamais se encaixará.