Lua Crescente no dia 29 – Lua Cheia no dia 6 – passagem de Escorpião para Sagitário – desprendimento e significado

Postado em 27 de agosto de 2017 por Andreia Modesto

“Procure fazer pausas, ou nada de positivo conseguirá alcançar você!” – anônimo

No próximo dia 29, terça-feira, a Lua Crescente estará em Sagitário, afirmando que não existe riqueza maior do que o conhecimento.
A passagem da Lua em Escorpião para a Lua em Sagitário pode ser comparada a uma caminhada para a luz. Se Escorpião nos coloca à prova e nos traz experiências de despojamento ou frustração, Sagitário vem em seguida, trazendo o que justifica qualquer experiência: o significado.

Sagitário, assim como Peixes e Escorpião, é um dos signos mais espiritualistas do Zodíaco. Todo signo pode buscar uma direção espiritual. Aquário e Câncer também têm naturalmente uma inclinação para experiências de transcendência.

E mesmo os signos mais práticos ou desligados, podem ter uma longa trajetória em busca de um significado maior para a vida, por influências de Netuno, Plutão, Urano, Lua e Júpiter no mapa astral.

Um dos maiores símbolos do conhecimento espiritual, Krishnamurti, era nascido em Touro. João Paulo II nasceu sob o mesmo signo, normalmente acusado de ser prático e resistente a qualquer tipo de explicação “não racional”.

Voltando às datas, anote outras ainda:

Dia 5 de setembro, será véspera de Lua Cheia e teremos duas mudanças no céu: Mercúrio retoma o movimento direto em Leão e Marte entrará em Virgem.
Dia 6, Lua Cheia em Peixes às 4 horas 4 minutos.

Serão dias de crescimento, favorecendo a recuperação da saúde, seja do corpo, da mente, ou ainda, da vida financeira ou de um relacionamento, não importa se uma relação afetiva, familiar ou profissional.

Dizem que a questão do “significado” só interessa ao ocidentais. Pode ser, mas é o que somos. Não esperneio diante da busca de um significado e gosto de pensar um bocado sobre isso.

Talvez um dia já não tenha mais necessidade, mas por enquanto, é tema comum no consultório, além das questões que nos parecem menores – mas não são, como trabalho, dinheiro, saúde, amor, amizades, família e outras.

Voltando à questão do conhecimento, também concordo que o verdadeiro conhecimento não se restringe ao que a mente pode apreender. É verdade. Nossa mente ainda é um bocado limitada e também cria muitas fantasias nas quais tropeçamos e damos com o nariz no chão.

Mas, a postagem é para lembrar e sugerir que nos próximos dias, devemos mentalizar nossa expansão intelectual. E reservar algum dinheiro para viajar e entrar em contato com outras culturas. Ninguém é o mesmo depois de ler um bom livro ou voltar de uma viagem que o tirou da zona de conforto.

Ler e viajar. Tem coisa melhor?

“O maior prazer da vida é fazer o que as pessoas dizem que você não é capaz de fazer” – anônimo