LUA NOVA – Eclipse

Postado em 21 de agosto de 2017 por Andreia Modesto

Se você andou assustado com o eclipse, faça uma reflexão. Espiritualidade e medo só andam juntos se existir alguma motivação política por detrás: algo como pecar e arder no fogo do inferno for ever. É um modo de fazer você ser submisso, medroso e impotente.

Se mergulhar na leitura sobre os gregos antigos e os celtas, verá que embora existissem “entidades nefastas”(como os celtas encaravam as fadas e duendes, que não eram nada engraçadinhos, mas perversos), a relação com o divino personificado nas forças da natureza, era de proteção e amparo.
Os celtas não deixaram uma linha escrita, mas os gregos continuam sendo o que existe de melhor como linha filosófica para o Ocidente. Pela ética e visão humanista, são a melhor opção.

Somos nós que criamos nossos problemas. Com pensamentos arraigados ao passado, com preconceitos, com medo dos outros, com medo de expressar a nós mesmos. Dê um eclipse nos seus medos. Seja e faça muito mais por você. Chegamos na “Teoria das Cordas”, algo próximo da “Música das Esferas”. Os cientistas e os místicos andam falando a mesma língua. Cientistas consideram onze dimensões que não percebemos e debatem a consciência fora do corpo.

Viva o século XXI com tudo o que ele lhe oferece de bandeja, é o seu século, é o seu tempo. Acenda sua luz procurando orientar-se com filósofos ou gurus que desconhecem o medo.

Uma vida não questionada não merece ser vivida.
Platão