Mapa Astral

Postado em 7 de agosto de 2011 por Andreia Modesto

Quando pensei em montar o blog, a preocupação era explicar que a Astrologia não obriga ninguém a vivenciar signos ou planetas de um modo radical. Fiz várias postagens avisando que você não precisa ser um super-homem só porque o Sol está em Áries pois dependendo da estrutura do mapa, você pode precisar confessar os seus medos.

Mas aqui na Inglaterra, aconteceu um fato também importante. Todas os brasileiros que atendi, têm forte influência de Aquário e Sagitário, os dois signos que representam a expansão pelas viagens e a  chance de poder escolher (ou ser escolhido) para viver a vida num país distante e tão diferente.

Estive em Lisboa na semana passada e em quatro atendimentos, Urano estava no Ascendente exato do meu cliente, indicando que a proposta de vida é de transformação e expansão, por escolha própria ou pela escolha dos deuses.

Então, você pode ter uma total identificação com o seu signo solar. Tendo nascido em Sagitário, anseia pela experiência da expansão e não se contém numa cidade pequena, a menos que encarne o Sagitário rural, que ama os cavalos e gosta mais de conversar com as árvores do que com os homens.

Se existe o taurino inquieto com Urano oposição Sol que não se identifica nem um pouco quando lê sobre a necessidade de segurança, também existe o taurino bem sucedido como arquiteto que montou o seu mundo no porão de casa, onde coleciona ouro e prata.

Karma é ajuste. Se você for sonhador demais, o mundo material poderá lhe dar algumas rasteiras para que se confronte com a aridez e firmeza do elemento terra. Se for prático e materialista em excesso, a vida poderá lhe pregar boas peças, com situações onde dois mais dois não fazem quatro e você nunca consegue entender direito o  que é que aconteceu.

Onde dói o calo? Quais são nossos pontos fortes-fracos? Onde achamos que depositamos nossa força? Na boa saúde? No sobrenome de família? No título profissional? Quem se identifica demais com o sucesso na carreira pode levar uma  puxada de tapete. Quem se orgulha da vitalidade em idade avançada pode ter que reconhecer a fragilidade durante um longo período. Quem se identifica com dinheiro pode perder boa parte do que construiu em função do excesso de ambição.

Vamos indo, construindo, descontruindo, consertando, restaurando, tentando de novo. A vida vai seguindo e a função da Astrologia é tentar ajudar a encontrar um significado para algumas experiências – ao menos para algumas. A maior parte das perguntas ficará sem resposta. Faz parte da vida. Tentamos fazer o melhor o tempo todo mas em alguns momentos é preciso reconhecer que continuamos sabendo muito pouco, o que não impede a total confiança e entrega à vida.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *