Mapa Astral

Postado em 16 de dezembro de 2011 por Andreia Modesto


Não tive tempo para preparar a releitura das previsões de Virgem mas fiz uma repescagem de uma postagem do blogspot sobre o mapa astral. Segue o texto:

Se você quiser saber quem você foi numa vida anterior, preste atenção em quem você é nesta vida de agora e terá a resposta. Se quiser saber quem você vai ser na próxima vida, pense em você nesta vida de agora e terá a resposta.

O mapa astral é a síntese das experiências de vidas anteriores e o espírito é sempre o mesmo mas em busca de evolução, desenvolvimento. Karma pode ser entendido como ajuste – as experiências que irão nos trazer o equilíbrio diante da vida. O espírito repete padrões condicionados.

O Nodo Sul não é um problema se as energias forem bem compreendidas. O Nodo Sul em Gêmeos pode ser gentil, inteligente e versátil. Mas para poder evoluir precisa se comprometer com a verdade e se importar menos em agradar às outras pessoas.

O Nodo Sul em Câncer é amoroso, cuidadoso e criativo mas se prejudica quando estabelece relacionamentos de dependência emocional ou financeira. Cresce quando assume responsabilidades e caminha na direção do Nodo Norte em Capricórnio que representa autonomia e sucesso na carreira.

O Nodo Sul em Áries é positivo e estimula as outras pessoas ao crescimento pessoal. É comum nos mapas dos empreendedores, das pessoas corajosas e que se destacam pela originalidade. Mas podem parecer um rolo compressor nos relacionamentos,  por exigirem que os outros acompanhem a sua velocidade.

Não existe signo bom ou ruim. Todas as energias de todos os signos nos são necessárias. Todo mundo tem um pouco dos doze signos, seja assim ou assado. Quando existe “dificuldade” em lidar com um determinado signo, é bom examinar os motivos da tal dificuldade. O mais comum é que tenhamos dificuldades com o signo que rege o Nodo Norte (nosso desafio e crescimento), com o signo ocupado por Saturno ou os signos que regem o Fundo do Céu ou o Descendente, nesses últimos dois casos, por serem energias que pertencem ao inconsciente.

Na maioria das vezes os signos opostos se atraem pois geram um certo fascínio um sobre o outro e se completam. Peixes se sente atraído pela lucidez virginiana que se diverte com os devaneios de Peixes.

Mas nem tudo é tão fácil assim. Muitas vezes o signo solar ou aquele signo que “deveria” predominar, cede lugar para outras influências. Uma caixa de surpresas. E nem sempre o signo que domina é obrigatoriamente o ascendente ou o signo lunar.

Tenho um cliente Capricórnio com o Ascendente em Capricórnio que tem Urano em conjunção com a Lua em Câncer abrindo a casa 7. Curiosamente ele expressa essa conjunção Urano-Lua se mostrando inconstante, inquieto, irreverente, meio cigano e sem planejamento de vida.

E o Nodo Sul, essência do mapa, dita os padrões de comportamento condicionados de vidas anteriores. Um ariano nascido em 1968, com o Nodo Sul em Libra, está “aprendendo a ser ariano”. Um leonino nascido em 1962, com o Nodo Sul em Aquário, está “aprendendo a ser leonino”. O Nodo Sul deve ser entendido como um dom, um presente, uma ferramenta que deve ser usada com cautela.

O Nodo Sul em Peixes confere uma sensibilidade muito especial mas sem a prática do Nodo Norte em Virgem, qualquer que seja o dom, vai escapar pelo ralo, escorregar pelos dedos. A vida fica indefinida, sem formatação, sem realização.

O Nodo Sul em Virgem confere inteligência e uma organização que garante sucesso profissional desde muito cedo. Mas se não caminhar na direção do Nodo Norte em Peixes, a vida poderá ser rotineira, estéril, árida. A saúde acaba prejudicada, o humor termina e nada existe além do ambiente de trabalho.