O signo ascendente – Vale a pena ler de novo

Postado em 12 de março de 2011 por Andreia Modesto

O signo ascendente rege o momento do nascimento de uma criança e pode-se pensar que o planeta regente do ascendente seja a fada-madrinha que recebe a criança no momento do seu nascimento e oferece as armas mágicas com as quais irá enfrentar os grandes desafios da vida. O corpo físico costuma ficar impregnado pelas características do signo ascendente mas isto não é uma regra. Nunca existem regras na Astrologia e o ser humano é uma caixinha de surpresas. Planetas enviando aspectos para o ascendente podem modificar o corpo físico e o modo como a pessoa se expressa no plano material. Júpiter enviando um trígono da casa 9 ao Ascendente, traz as cores de Sagitário, a altura, a pele avermelhada e mesmo que o Ascendente seja final de Peixes, a primeira impressão é de muita energia física e grande entusiasmo. É mais fácil “deduzir” o signo ascendente do que o signo lunar ou solar. Ele é mais exposto e quando interagimos com as outras pessoas, estamos vibrando as qualidades do signo. O Ascendente em Capricórnio é mais reservado, o ascendente em Câncer é tímido mas afetuoso e o ascendente em Áries pode ser arrojado e barulhento. Libra no Ascendente costuma ser belo e educado. Gêmeos aparenta menos idade, tem jeito de estudante e pode falar pelos cotovelos.

Um posicionamento astrológico só pode ser entendido dentro de todo um contexto. O mapa é um conjunto de muitas posições planetárias e a força de um signo Ascendente deve ser considerada na relação com todas as outras posições planetárias.

Mostramos o signo ascendente para o mundo porque é o signo que regia o momento do nosso nascimento e o modo como fomos recebidos no mundo material. O ascendente em Áries pode ter nascido um pouco antes do tempo e o ascendente em Capricórnio pode ter marcado um parto longo e difícil. O ascendente em Leão pode indicar alguém que é recebido como um rei, adorado, reverenciado e os pais acreditam que essa criança trará muita luz. O ascendente em Escorpião pode nascer num momento de transformação para os pais, um momento de transição e revelar uma família que atravessa uma crise e revisão de valores.

Um dos pilares da análise astrológica tradicional é o “regente do ascendente”, por casa, signo e elemento. Se o signo ascendente é Libra, o regente do ascendente é Vênus e a análise do mapa vai começar por esse planeta. Se considerarmos que Vênus esperava o bebê para agraciá-lo com suas bênçãos, iremos concluir que deve ser belo, sedutor e facilmente conquistará a simpatia das pessoas.

Fica fácil perceber o signo ascendente, comparando as reações das pessoas ao se apresentarem, no primeiro abraço ou aperto de mão. Algumas são espontâneas, calorosas e ganham muita intimidade de imediato. Outras ficam observando meio desconfiadas, tensas ou controladas. O signo ascendente é analisado como o ponto de partida, o início da jornada, o primeiro passo, o modo como nos apresentamos ao mundo, já que regeu o modo como fomos recebidos no momento do nascimento. É onde tudo começa!

2 Comentários

  • DEDÉ MIRANDA 2 de julho de 2008 em 19:06

    Andreia, adorei o blog. A leitura é muito gostosa e explicativa…já mandei p/ os amigos….

    beijos/ Dedé 02.07.2008

    Responder
  • Anonymous 18 de abril de 2010 em 04:21

    Andreia,
    Sou peixes com ascendente em virgem, lua em peixes, júpiter em peixes, vênus em áries e mercúrio em aquário.
    Já me disseram que meu mapa é um pouco contraditório, pois peixes e virgem são signos opostos. Isto procede?
    Obrigada,
    Viviane

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *