Previsões 2013 / 2014

Horóscopo Semanal de 31 de março a 07 de abril de 2014

Posted by on mar 30, 2014 in Áries, Astrodestino, Astrologia, Horóscopo Semanal, Interpretação Astrológica, Júpiter em Câncer, Júpiter em oposição a Plutão, Júpiter oposição Plutão, Júpiter quadratura Urano, Lua Crescente em Câncer, Lunações, Marte, Marte em Libra retrógrado, Netuno em Peixes, Previsões, Vênus em conjunção com Netuno, Vênus em Peixes | Comentários desativados

A Lua Crescente ocorrerá na segunda-feira dia 07 de abril, 5 horas 31 minutos da madrugada. Lua em Câncer, Sol em Áries.  Entre 31 de março e 06 de abril, Marte retrógrado volta a fazer oposição a Urano e Sol conjuntos, e enquadra Plutão e Júpiter que formam oposição e também enquadram Urano e Sol. Vênus entra em Peixes em conjunção com Netuno e Mercúrio ocupa os últimos graus de Peixes.

Arianos estão mais sensíveis a toda essa pressão e por isto devem tomar cuidado com a saúde, evitando as eternas enxaquecas ou acidentes por estarem acelerados demais.

O ideal para todos os signos é tomar fôlego para encarar os desafios. Céus tensos significam problemas para serem resolvidos de forma rápida e inteligente. O movimento da Lua para formar o Crescente é de esforço na direção da prosperidade. É o desejo de progredir. Isto pode gerar alguns excessos e por isto, a questão principal é proteger a boa saúde.

O crescimento pessoal não pode ocorrer por um preço alto demais. Crescimento pessoal não significa repressão da sensibilidade. Quem consegue viver uma vida equilibrada, encontra espaço e tempo para vivenciar todos os setores da vida.

Existe tempo e espaço para a família, os amigos, a espiritualidade, os estudos, a introspecção, o investimento na carreira, as aplicações financeiras, os cuidados com a saúde, as viagens e passeios, enfim, todos os setores podem ser conhecidos e valorizados, sem nenhum exagero.

Quem faz foco apenas num segmento da vida, parece perseguir algum troféu que perde o significado. Pessoas obcecadas pelo poder, pelo dinheiro, pela busca de um amor perfeito ou mesmo pela espiritualidade, parecem estereótipos daquele que vai passar a vida buscando e somente buscando. Sem chegar a nenhum ponto de satisfação, tranquilidade ou paz.

Existem sempre algumas questões que são a prioridade. Se não resolvemos aquelas questões, todo o resto da vida continua estagnado. Mas é preciso compreender que a vida nos dá 24 horas por dia para que possamos ter sempre alguns minutos para tudo o que é importante para nós. Ou dividimos os interesses pelos dias da semana ou pelas semanas no mês.

O céu do primeiro semestre de 2014 é um teste de resistência e um teste de valores. Exige um senso de organização e o estabelecimento de critérios. O mais delicado será conseguir colocar em prática nossas metas pessoais, continuar ou começar atividades coletivas, participando mais da comunidade em que vivemos e ainda conseguir tempo para a família e as relações mais estreitas.

Não vivemos apenas num mundo de muitas informações. Mas também de muitas solicitações e papéis que nos exigem “jogo de cintura” e agilidade. Em muitos momentos teremos que dizer “não”. Não vamos dar conta de  tudo o que o mundo nos exige. Mas queremos dar conta de tudo o que nos traz felicidade, satisfação e paz.

Cuidar da casa, cuidar do jardim, montar um aquário, inventar engenhocas que facilitem a vida domestica, plantar uma horta na jardineira da janela, tudo isto pode funcionar como válvula de escape.

Boa alimentação é fundamental. Quem pula refeições ou fica em jejum por muito tempo, pode criar problemas de estômago. Do mesmo modo que aqueles que comem demais ou fora de hora.  A Lua Crescente no dia 07 é símbolo de prosperidade, mas dentro de um contexto em que o céu exige esforço, atenção e atitudes. Ninguém deve fazer refeições rápidas ou “comer qualquer coisa” para tapear a fome.

A alimentação pode ser a questão mais importante de sempre, pois gera vitalidade, bom funcionamento de todos os órgãos e tranquilidade. Quem se alimenta de forma errada, muitas vezes passa mal ou confunde sintomas e toma decisões de modo equivocado.

No amor, a timidez pode prejudicar os relacionamentos. É preciso sinceridade e total transparência para que exista confiança mútua.

Tensões em família devem ser resolvidas do modo mais diplomático possível. Ou as pessoas podem se machucar e romper por muito tempo. Melhor não dar tanta importância às pequenas diferenças, tentar acordos, se dar a chance de ouvir uns aos outros.

Para relaxar: cozinhar, observar belas obras de arte, fotografar, fazer sessões de cromoterapia ou hidromassagens. Quem puder, caminhar pela beira do mar, sentindo a areia fofa e deixando que as ondas toquem seus pés.

SOL EM ÁRIES: CHARLES CHAPLIN, 16 de abril de 1889 – Londres

Posted by on mar 28, 2014 in Sem categoria | Comentários desativados

Lute com determinação

Abrace a vida com paixão

Perca com classe

Lute com ousadia

O mundo pertence a quem se atreve

A vida é MUITO para ser insignificante.

Palavras de Chaplin, primeiro e pioneiro, no mundo novo do cinema.

 

Para Áries: coragem, qualidade do signo

Posted by on mar 28, 2014 in Sem categoria | Comentários desativados

Para Áries, sobre a coragem, sua maior qualidade.

Esperança é desejar que algo aconteça.

Fé é acreditar que vai acontecer.

Coragem é fazer acontecer.

Steve Jobs.

Maturidade aos trinta anos. Saturno na Era de Aquário.

Posted by on mar 26, 2014 in Amadurecimento, Aquário, Aspectos de Saturno, Astrodestino, Capricórnio, Interpretação Astrológica, Saturno, Trânsito de Saturno | Comentários desativados

O primeiro retorno de Saturno sempre foi assunto comum nas festas e reuniões de amigos. E muitos clientes chegavam na consulta, reclamando que Saturno estava virando a vida deles de cabeça para baixo em torno dos trinta anos de vida.

Saturno não vira a vida de ninguém para baixo. Ele pressiona, tensiona, cobra resultados, cobra esforços e é símbolo de um processo de amadurecimento que não vemos mais nas pessoas que estão na virada dos trinta anos.

As “balzaquianas” do Terceiro Milênio são garotas com ar de 15 anos, algumas inconscientes da própria sexualidade, com experiências afetivas inconstantes e que nem sempre decidiram o que vão fazer “quando se tornarem adultas”. Em algumas a situação gera angústia. Outras dão a impressão que gostariam de esticar essa fase de “Sininho/Peter-Pan” para não terem que fazer escolhas e arcar com os caminhos que escolheram.

Não se trata de criticar toda essa geração que já mereceu críticas de muitos jornalistas ou psicólogos. Mas de repensar se Saturno vai ganhar uma outra interpretação. Quem vai se adequar a quem?

Saturno pode passar a representar outro tipo de energia? Pode ter uma outra função? Ou os “garotos e garotas” de trinta anos vão acabar amadurecendo diante de tantas dificuldades que o mundo à sua volta enfrenta?

Recordo de um filme francês bem antigo em que o protagonista repensava toda a sua vida no dia do seu aniversário de trinta anos. O filme era seríssimo, pesado, noir. Dando-se conta de que sua vida não tinha muito sentido, decidia matar-se. E assim o fazia.

Não estou sugerindo que se matem aos trinta anos. Nem pensar. Citei o filme que de tão antigo esqueci o nome, apenas para mostrar que “em algum lugar do passado”, ter trinta anos podia ser algo “pesado”. Já teria havido tempo para fazer tantas escolhas erradas que o pobre protagonista não tinha outra saída se não pular fora da vida.

É verdade que nem todas as pessoas que estão em torno dos trinta anos, são imaturas. A imaturidade aparece sobretudo nas classes mais favorecidas que foram poupadas de lidar com a realidade da “necessidade”. E, por isto, podem adiar qualquer participação “nesse mundo fora de mim”. E não se sentem convidados para isto.

Já vi rapazes e moças ficarem junto aos pais porque é deles que os pais dependem financeiramente. E não há como sustentar duas casas. Os filhos permanecem junto dos pais porque se tornaram o pilar dos pais no sentido financeiro ou mesmo emocional se existe um parente debilitado.

Mas o que se vê hoje, tema de muitos artigos em jornais e revistas, é o contrário: filhos que ainda são sustentados pelos pais até idade avançada e que, quando se divorciam, retornam a casa dos pais, muitas vezes com os filhos do casamento, buscando apoio financeiro e emocional.

Existe uma geração-sanduíche, que recebeu muito pouco dos pais, fechados, distantes, frios e envolvidos com trabalho, fé ou qualquer outra coisa que não fossem os filhos. Quando se  tornaram pais, os filhos são o centro do universo, e tudo se faz pelos filhos. É uma geração corajosa, que muitas vezes perde a cabeça, grita um bocado ou segura o cansaço.

É óbvio que aquele que recebeu muito pouco, deu muito para quem mais ama na vida. E a equação desequilibra, dá um resultado errado.

Voltando à Astrologia, num primeiro olhar, fica impossível acreditar que Saturno possa deixar de reger o processo de amadurecimento, a visão realista da vida, a pressão da feliz entrada no “mundo dos adultos”, pois é na expulsão do paraíso que o filme começa.

Melhor seria os pais voltarem a dar limites e terem uma equação que possa tornar todo mundo mais feliz,  deixando  que os filhos se tornem adultos no momento certo. Até repensei se na Era de Aquário, pela força de Urano, Saturno se tornasse mais flexível, embalado pelas facilidades da tecnologia ou por alguma droga nova preparada em laboratório que nos deixasse ainda mais anestesiados da dor da vida. Mas depois percebi que é um pensamento sem  sentido. Que  Saturno perdeu a força, ninguém duvida. Qualquer tipo de autoridade é questionada.

Ao invés desse Saturno mais flexível, o que aparece em alguns casos é a total desordem e em outros, uma infantilização que me faz pensar que aquelas pessoas estão realmente perdendo a chance de viver, protegidas dentro de estufas nas quais podem fazer o que quiserem fazer.

Todo mundo está vivendo mais tempo e o sonho da adolescência pode parecer delicioso. Mas senhores de 78-80 anos que ainda são obrigados a trabalhar para dar conta da necessidade de filhos ou netos que se acomodam no seu esforço e responsabilidade, não pode ser símbolo de uma civilização modelo.

SOL CONJUNÇÃO URANO E JUNO EM ÁRIES – VÊNUS EM AQUÁRIO – REFLEXÃO PARA A PRÓXIMA SEMANA

Posted by on mar 22, 2014 in Afetividade, Aquário, Astrologia, Astros e Amor, Horóscopo Semanal, Juno em Áries, Sol conjunção Urano, Vênus em Aquário | Comentários desativados

O amor pode ser comparado a um laço dourado que une as pessoas.

Nunca pode se transformar num nó apertado que sufoca a garganta.

Homens e mulheres devem amar, dançar, voar e para isto, precisam ser livres.

Como alguns pássaros que morrem em cativeiro, suas asas perdem o brilho.

Seu canto desaparece com o tempo.

Mas, se você abrir a gaiola, eles retomam a energia e voam para a vida.

Virão comer em suas mãos, com confiança. Se você souber amá-los e evitar a escravidão.

O seu amor não pertence a você.

Você e seu amor só podem pertencer ao Mundo, a Vida, a Deus.

 

***com base em poetas irlandeses – painting by  Josephine Wall

 

Áries, o signo mais apressado. Horóscopo para a energia ariana de 20 a 31 de março de 2014

Posted by on mar 19, 2014 in Abertura do ano Zodiacal, Afetividade, Áries, Astrodestino, Astrologia, Astros e Amor, Ciclos, Entrada do Sol em Áries, Horóscopo Semanal, Interpretação Astrológica, Lua Nova, Lunações, Mapa Astral, Marte em Libra retrógrado, Nodo Norte em Libra, Previsões para 2014, Venus e Marte, Vênus em Aquário | Comentários desativados

Áries, Welcome! 20 de março, amanhã, 13 h 55 m. Por ser o signo mais apressado, já recebe um texto adiantado como gift.

Dia 20 de março, entrada do Sol em Áries

Dia 22 de março, passagem do Nodo Norte para Libra

Dia 30 de março, SOL, LUA E URANO EM ÁRIES – LUA NOVA EM ÁRIES – 15 horas 44 minutos. Força, energia para qualquer transformação mais radical de vida. Juno está também em Áries, num céu em que os “protagonistas” são Vênus em Aquário e Marte em Libra.

Se amar já é complicado, conviver pode ser uma experiência que nos exige ainda mais atenção. Desconfie de quem “fala demais” do parceiro afetivo e se anuncia como alguém que tem um relacionamento “perfeito”.

O que é um “relacionamento perfeito”? Como duas pessoas que são imperfeitas por natureza podem estabelecer um relacionamento perfeito?  Vi excelentes casamentos ao longo de quase 30 anos de atendimento. Relações de respeito mútuo, cumplicidade, amor, admiração, carinho e ternura. Muitos casamentos bons e verdadeiros.

Vi outros que sob a fachada de um “casamento perfeito”, mal escondiam o interesse, a covardia ou a troca de papéis “filhinho-mamãe” ou “filhinha-papai”, onde ninguém cresce em nenhuma direção e o próprio relacionamento é apenas um teatro para fotos na mesa da sala de jantar.

E o que é o amor? Platão definiu? Alguém chegou lá? Paixão, amor, atração, afinidade, carinho…não se esqueçam que muita gente mata por amor, seja por uma outra pessoa, por um ideal ou por um deus do qual se apropria.

Enfim, com Vênus e Marte em signos de AR, podemos perder um bom tempo filosofando e não chegar a lugar nenhum além de preencher o espaço da postagem.

Como adoro pesquisar frases, poemas e contos na web, encontrei uma definição linda de Madre Teresa:

Vamos sempre conhecer uns aos outros com um sorriso, pois o sorriso é o começo do amor.

Ela fala obviamente de um amor maior, de todas as pessoas por todas as pessoas. Eu havia recortado uma outra frase ótima sobre o ato de sorrir:

Todas as pessoas no mundo sabem sorrir no mesmo idioma!

Enfim, aquele que está apaixonado ou feliz, ri à toa. Anda rindo pelas ruas, se desliga da realidade e parece flutuar, mesmo que esteja alguns quilinhos fora do peso. Parece que a sensação de amar nos deixa mais leves e nada importa mais do que viver e alimentar aquele amor. Amor? Ou paixão?

O primeiro semestre de 2014 é uma indagação imensa sobre o que é o amor. O ser humano continua torturando e sendo torturado; pressionando e sendo pressionado; mentindo e fingindo acreditar; continua ingrato, infantilizado, se deprimindo por motivos fúteis, matando ou difamando por motivos fúteis, negando sua própria realidade e abusando ou destruindo a realidade do outro.

Sei bem o planeta em que vivo. Depois de 20 minutos de telejornal ou folheando a revista semanal, dá vontade de tentar ver se em Netuno a vida pode ser mais fácil.

O amor talvez não tenha explicações e não se possa encontrar nenhuma palavra ou expressão para defini-lo. Podemos seguir tentando. Encontrar palavras para definir o amor, tentar viver o amor, tentar manter e pregar o amor. Vamos escorregar na vaidade, no ciúme, no individualismo, na dificuldade de entrega, no medo e na raiva.

Mas vamos continuar. Porque amar a vida é uma opção que fazemos todos os dias pelas manhãs. Mesmo que à noite estejamos bufando por conta da chuva, do trânsito, do chefe, da sogra ou dos governantes que nós mesmos escolhemos na ingenuidade ou alienação.

Mas vamos continuar. Porque o amor à vida é mais um tipo de amor que também não se explica, não se define, mas continua existindo. Instinto? Nome de novela? Invenção para conseguir sobreviver? Não sei. Continua existindo.

Final do ciclo de Peixes – Abertura do signo de Áries, amanhã – A Princesa e a Ervilha, um conto ariano

Posted by on mar 19, 2014 in Abertura do ano Zodiacal, Áries, Signos e identidade, Signos e personalidade, Sol em Áries | Comentários desativados

Era uma vez um príncipe que queria casar com uma princesa — mas tinha de ser uma princesa verdadeira. Por isso, foi viajar pelo mundo fora para encontrar uma, mas havia sempre qualquer coisa que não estava certa. Viu muitas princesas, mas nunca tinha a certeza de serem genuínas,  havia sempre qualquer coisa  que não parecia estar como devia ser. Por fim, regressou ao castelo, abatido, porque queria uma princesa verdadeira.

Uma noite houve uma terrível tempestade; os trovões ribombavam, os raios rasgavam o céu e a chuva caía em torrentes — era apavorante. No meio disso tudo, alguém bateu à porta e o velho rei foi abrir.

Deparou com uma princesa. Mas, meu Deus!, o estado em que ela estava! A água escorria-lhe pelos cabelos e pela roupa e saía pelas biqueiras e pela parte de trás dos sapatos. No entanto, ela afirmou que era uma princesa de verdade.

— Bem, já vamos ver isso — pensou a velha rainha. Não disse uma palavra, mas foi ao quarto de hóspedes, desmanchou a cama toda e pôs uma pequena ervilha no colchão. Depois empilhou  vinte colchões de plumas de cisne e mais vinte cobertores por cima. A princesa iria dormir nessa cama.

De manhã, perguntaram-lhe se tinha dormido bem.

— Oh, pessimamente! Não preguei olho em toda a noite! Só Deus sabe o que havia na cama, mas senti uma coisa dura que me encheu de manchas negras. Foi horrível.

Então ficaram com a certeza de terem encontrado uma princesa verdadeira, pois ela tinha sentido a ervilha através de vinte colchões e vinte cobertores. Só uma princesa verdadeira podia ser tão sensível.

Então o príncipe casou com ela; não precisava de procurar mais.  Aqui têm uma bela história!

Hans Christian Andersen era ariano. E mesmo com as influências em Peixes que o inspiraram tanto, escreveu várias histórias com base na IDENTIDADE. Você nunca vai esconder quem você é de verdade. Tem uma frase dele, com base em outro conto ariano, ótima. O Patinho Feio também não esconde por muito tempo que é um belo cisne:

“Não importa se você foi criado entre patos, desde que tenha nascido de um ovo de cisne”. Ou seja, sua realeza sempre vai aparecer.

Essas histórias não são leoninas. São arianas. A princesa e o patinho sofrem um bocado até terem a sua identidade real reconhecida. Leão já nasce sendo apresentado ao mundo como um rei. É indiscutível desde o primeiro minuto. Assista ao Rei Leão. 

Lua Cheia – final do ciclo de Peixes – Mercúrio nos últimos graus de Aquário

Posted by on mar 16, 2014 in Sem categoria | Comentários desativados

Se você tiver que tomar decisões, pense com calma. Ser impulsivo funciona em muitos momentos. Em outros, pode ser um desastre. AÇÃO é importante, mas planejada com estratégia. Mesmo que seja um assunto que só diga respeito a você, pode ter reflexos na vida das outras pessoas. Não custa perguntar sobre opiniões, mesmo que você já tenha a sua resposta em mente.

A semana será uma semana de ATITUDE. Mas as atitudes podem começar com uma certa gentileza. Você pode ser firme sem sem rude. Pode ser assertivo sem ser agressivo. E terá a medida dos reflexos e consequências positivas de seu novo passo. Ou de algumas saias justas que terá que enfrentar para seguir adiante.

Mas nunca desista. A vida é uma roda que não para de girar.

Ingresso do Sol em Áries em 2014 – Abertura do ano zodiacal – Lua Minguante – Mercúrio em Peixes e Nodo Norte transitando para Libra

Posted by on mar 14, 2014 in 2014 será regido por Júpiter, Áries, Astrodestino, Astrologia, Ciclos, Esperança, Horóscopo Semanal, Interpretação Astrológica, Júpiter em Câncer, Júpiter em Câncer em oposição a Plutão em Capricórnio, Marte em Libra retrógrado, Mercúrio conjunção Netuno, Mercúrio em Peixes, Netuno em Peixes, Netuno trígono Júpiter, O planeta regente de 2014, Previsões, Previsões astrológicas para 2014, Previsões para 2014, Previsões para Áries 2014, Quíron em Peixes, Sol em Áries, Transitoriedade, Urano e Netuno | Comentários desativados

O ingresso do Sol em Áries em 2014 acontecerá no dia 20 de março, quinta-feira, às 13 horas 55 minutos. Júpiter estará no Ascendente em Câncer, formando oposição a Plutão e quadratura com Urano.

Saturno e Lua em Escorpião e Marte em Libra retrógrado. Nodo Norte ainda no signo de Escorpião, zero grau. Júpiter em trígono com Netuno e Mercúrio. Sol caminhando para formar conjunção com Urano que também está em Áries.

Vênus em quadratura com a Lua.

Netuno, Mercúrio e Quíron em Peixes.

No dia 22 de março, o Nodo Norte transita de Escorpião para Libra.

Lua Minguante em Capricórnio, dia 23 de março, 22 horas 47 minutos.

Peça PAZ. Cura das feridas. Saúde mental, emocional e física para que exista lucidez para encontrar soluções para problemas em qualquer outro setor da vida. Perdão. Início de ciclo com base no perdão e na renovação da vida. Esperança, mais do que um inseto verdinho ou um conceito. Um estilo de vida, não alienado, presente, constante. Um verbo: esperançar. Fazer valer a esperança, viver a esperança,  confirmando-a pela postura correta, coerente, a favor da vida. Aqui, agora, plantá-la com raízes bem fundas. Para que possa florescer e ser mais do que a fada escondida na caixa de Pandora ou um conceito discutido entre filósofos.

Quíron está em Peixes. Quem puder, faça rituais com água. A Lua está em Escorpião. Conjunta a Saturno, nos faz admitir que possamos frequentemente ter pensamentos negativos. Mas também permite a nossa liberação desses padrões de pensamento. O primeiro passo é reconhecer que precisamos nos transformar. Caso contrário, continuaremos a repetir sempre os mesmos erros, atrasando nosso desenvolvimento.  A  água limpa, refresca, renova, relaxa!

**********************************************

Um céu tenso no qual se destaca a esperança do aspecto Júpiter-Netuno, a busca de um sentido para tudo o que se repete na historia da humanidade, por séculos, por milênios.

Eu acredito que estejamos caminhando na direção de uma consciência maior que vai nos permitir encontrar soluções para os velhos problemas que fazem parte essencial de nossa história. Mas acho que aprendemos mais pela dor do que pelo amor.

O ano zodiacal, o ano novo solar, começa em 20 de março e não em primeiro de janeiro. Começa a regência do ano de Júpiter (regência discutível pela antiguidade dos cálculos), mas que pode ser aceita pelo céu da abertura do outono no hemisfério sul e da primavera no hemisfério norte.

O Sol aponta para zero grau de Áries, dentro de um contexto mais do que tenso no mundo inteiro, o que inclui o Brasil que no imaginário das pessoas seria um país pacífico, sem preconceitos, um povo gentil e hospitaleiro. O imaginário cria mitos que a realidade concreta destrói de forma dolorosa.

Em que épocas os homens não viveram guerras, conflitos, desavenças? Continuamos vivendo. Putin versus Obama, again. Esquerdas, centros, direitas, gols contra e escanteios.

Vamos indo. Seguindo. Alguns, muito alienados, se consideram, se revelam, se confessam extraterrestres. É tão doloroso reconhecer que pertencem à raça humana que preferem dizer que foram abduzidos e lhes colocaram um chip para que todas as informações sejam transmitidas a uma raça superior. Outros queimam os neurônios buscando soluções matemáticas-científicas para questões que não são equações, não se trata de álgebra ou estatísticas. Outros rezam para que seus deuses destruam os deuses dos outros e aproveite destruam também todos os outros.

Tenho muita fé na humanidade. Mas não porque seja cega para nossos erros, limitações, estreiteza, pequenez e vícios. Mas porque ao longo de tantos anos de atendimento, conheci pessoas que me mostraram que vale a pena. Não só continuar vivendo, mas apostando na vida, o que é o mesmo que apostar no ser humano.

Lembro menos das paisagens que vislumbrei em viagens. Lembro mais da fala dos imigrantes ou estrangeiros nativos dos lugares que visitei e sobretudo do olhar surpreso e feliz em encontrar “aquele que é diferente”. Vou morrer acreditando na capacidade do ser humano encontrar soluções para si mesmo e para todos com os quais divide o planeta – o que inclui todos os seres e não somente nossa raça.

Voltando à entrada do Sol em Áries, podemos dar dicas aos arianos: viagens, flexibilidade, ampliação dos horizontes e  interesses, comprometimento maior na vida a dois, busca espiritual, maior atenção com todos os relacionamentos.

Em todos os sites de Astrologia, lemos que o primeiro semestre de 2014 é tenso e imprevisível. Isto ocorre pelas posições de Marte e aspectos formados entre Plutão, Urano e Júpiter.

No momento da entrada do Sol em Áries, Marte e Vênus parecem a bandeira da paz. No dia 22, com o Nodo Norte transitando para Libra em conjunção com Marte, a proposta do ano zodiacal é UM POUCO DE PAZ. BELEZA, PAZ, REFLEXÃO, CONTEMPLAÇÃO DA ARTE DE VIVER.

A conjunção Saturno-Lua em Escorpião, pedirá uma contenção ou atenção maior com os gastos financeiros. E o investimento em toda indústria de reciclagem. RECICLAR. Reaproveitar. Transformar a matéria em matéria. Utilizar e reutilizar. Economizar, prever, prevenir.

Especialmente no Brasil, não existe cultura de doação ou prevenção. Existe cultura de solidariedade. Depois que a casa cai, a generosidade brasileira dá as mãos e tira a camisa do corpo para resgatar quem caiu no rio ou está dentro da casa em chamas.

O Brasil está mudando. Parece que aos poucos está acordando. Boceja, dorme mais um pouquinho, acorda, talvez se mostre adolescentemente agressivo e pouco estratégico. Revoluções são feitas nas urnas. É através do exercício do voto que se transforma uma estrutura de governo. Se as urnas não estiverem fraudadas.

A virada para o Terceiro Milênio trouxe muitas verdades à tona. Quem somos. O que somos e o que queremos ser.

ÁRIES é o signo do EU SOU. Eu desejo, eu tomo a iniciativa, eu decido, eu lidero, eu tomo à frente, eu abraço a causa, eu me lanço à vida, sou arrojado e corajoso, impaciente e positivamente ambicioso. Sou de luz, calor e preciso de espaço para me desenvolver.

Alguns arianos são absolutamente DOCES, muito diferentes do que se lê nos livros. Mesmo regidos por Marte, são afetivos e se destacam apenas porque de algum modo foram PIONEIROS em alguma área. Destacaram-se nas artes ou procuraram pela beleza do mundo, e de algum modo, chegaram na frente! Mas estavam pouco interessados em competir com as outras pessoas. Estavam em busca de algo NOVO que pudesse ser compartilhado com todos.

Hans Christian Andersen, nascido sob o signo de Marte, autor de obras como o Patinho Feio, Soldadinho de Chumbo e a Pequena Sereia, tinha uma inspiração ariana na sua obra para descrever a vida:

“Apenas viver não é suficiente – disse a borboleta – É preciso também ter sol, liberdade e uma pequena flor”.

 

Horóscopo Semanal – 10 a 16/03 – LUA CHEIA EM VIRGEM EM 16 DE MARÇO – 14 H 10 M

Posted by on mar 9, 2014 in Astrodestino, Astrologia, Astros e Amor, Ciclos, Comunicação, Conhecimento, Horóscopo Semanal, Interpretação Astrológica, Júpiter em Câncer, Júpiter em Câncer em oposição a Plutão em Capricórnio, Júpiter em oposição a Plutão, Júpiter oposição Plutão, Júpiter quadratura Urano, Lua, Lua Cheia, Lunações, Marte, Marte em Libra retrógrado, Mercúrio, Mercúrio em Aquário, Previsões, Previsões Astrológicas, quadratura Plutão e Urano, Relacionamentos | Comentários desativados

A semana mantém os aspectos tensos entre Plutão, Júpiter e Urano.

Saturno retrógrado em Escorpião em trígono com o Sol.

Marte retrógrado em Libra.

A semana começa com a Lua em Câncer, símbolo de prosperidade, em conjunção com Júpiter no mesmo signo.

Termina com a Lua em Libra e Mercúrio no último grau de Aquário. No dia 17 de março, Mercúrio entra no signo de Peixes.

LUA CHEIA NO DIA 16 DE MARÇO – DOMINGO – 14 HORAS 10 MINUTOS – SOL EM PEIXES NA CASA 9 E LUA EM VIRGEM NA CASA 3 – Continua o desafio da valorização do conhecimento. É o conhecimento que permite que possamos crescer, ter novas perspectivas sobre si mesmo e sobre o mundo à volta.

Conhecimento é uma palavra ampla. Pode ser o conhecimento técnico que permite uma promoção na carreira ou se divertir montando engenhocas. Ou ainda, descobrir como funciona o mundo da web e montar o próprio site.

Pode ser o conhecimento teórico, o mergulho nas palavras bonitas que preenchem ainda os livros em papel e fazem a mente voar para mundos bem mais belos do que os que conhecemos no plano material.

Pode ser o conhecimento adquirido pela própria vida. O banco da escola pelas viagens, relacionamentos, palestras, cursos livres, bate-papos que podem parecer ingênuo, mas que de algum modo nos alimentam.  O conhecimento adquirido pelas decepções, desilusões, o conhecimento adquirido pelo tempo, que permite linkar as experiências, reconhecer que muitas situações se repetiram, e que existe uma trama, um enredo, uma trajetória a qual chamamos destino.

Ainda, o conhecimento intuitivo, o saber que brota da alma, que guia nossos passos na direção correta. Ou, se não damos importância, acabamos nos arrependendo depois.

Da Lua Crescente até a Lua Cheia, o movimento do céu é de expansão. Começando com a Lua em Gêmeos, passando pelos signos de Câncer, Leão e formando Lua Cheia em Virgem, a regência de Mercúrio é um convite a expressar nossos sentimentos, opiniões, a dizer, falar, demonstrar de alguma maneira o que somos. E só nós somos.

Num mundo onde interagem muitos meios diferentes de comunicação, nem sempre existe uma preocupação com a qualidade do que se diz. O que gera polêmicas em torno de temas sem muita importância.

Marte em Libra retrógrado pode ser motivo de uma work shop de final de semana.  O planeta da ação, em movimento para trás e no signo da beleza e do amor, nos faz refletir sobre qualquer atitude impulsiva da qual possamos nos arrepender depois. Para os relacionamentos amorosos, vale aquele velho ditado: escolha alguém com quem você goste de conversar, pois depois de muitos anos, vai continuar apreciando essa boa companhia e as ideias compartilhadas ao longo da vida.

Marte, força de atração e conquista, pode sufocar alguém? Como canalizamos a energia da sexualidade? Existe troca no nível físico, mental e espiritual? Encolhemos diante da força do outro? Estabelecemos relações equilibradas ou estamos sempre medindo forças? Quero conquistar ou ser conquistado (a)?

Ao invés de discorrer sobre a semana, que obviamente é de ação, apesar da posição de Marte em Libra, retrógrado, achei melhor selecionar algumas palavras (Mercúrio) de quem sabe (Gêmeos e Virgem) muito mais do que eu. Que sirvam de inspiração para a semana que se abre.

Einstein era nascido em Peixes, 14 de março de 1879. É o autor das citações abaixo:

“Somente uma vida vivida para os outros é uma vida que vale a pena”.

“Educação não é coletar fatos, mas treinar a mente para que ela saiba pensar”.

“Uma pessoa que nunca cometeu erros, é uma pessoa que nunca tentou fazer nada de modo diferente”.

“O ensino deve ser recebido como um presente valioso e não como um dever difícil”.