Astro Destino

PREVISÕES PARA PEIXES EM 2014 – parte 2

O Nodo Norte transita para Libra em fevereiro

Júpiter estará em Leão a partir de julho

Saturno estará em Sagitário em dezembro

Em primeiro de janeiro de 2014, o ano começará com muitos planetas em Capricórnio e forte influência de Plutão. Marte estará em Libra em oposição exata a Urano e em quadratura com Júpiter e Plutão. Em março entrará em movimento retrógrado, retomando o movimento direto em maio e por isso, permanecendo em Libra até os últimos dias de julho. Serão sete meses com Marte em Libra e praticamente o ano inteiro com o Nodo Norte em Libra também.

Independentemente dos aspectos tensos formados por todos os planetas entre si, a proposta do ano parece ser mais suave (?) ou menos tensa do que 2013. Talvez exista um esforço maior (ou mais bem feito) na direção da harmonia entre pessoas, comunidades, países. Será um ano de aprendizado sobre relacionamentos e sobre o modo como conduzimos nossas energias mais agressivas.

Marte em Libra não é um bom posicionamento para Marte, segundo os livros mais antigos do conhecimento astrológico. Mas muitas teorias caem por terra quando a prática mostra diariamente que nem sempre o que se aplicava ao homem da Antiguidade vai se aplicar ao homem moderno. A Lua mais difícil não é a Lua em Capricórnio. As posições das Luas mergulhadas no elemento água, tornam a relação com a vida muito mais difícil e muitas vezes – não todas – a pessoa se deixa impregnar de emoções negativas ou fica numa postura tão subjetiva que parece viver uma vida à parte.

Todo signo tem o seu lado positivo e negativo. Peixes pode ser a vítima, o mártir, o passivo. Pode ser aquele que mente, engana, escorrega, foge, desaparece. Vive num outro planeta chamado ÁGUA, tem barbatanas e nem sempre consegue ter um passo firme e aceitar o plano material. Tem coragem para transgredir e criar uma realidade que traz impacto sobre sua geração e por isto rege muitos artistas, nem sempre de  temperamento fácil e que acabam usando o álcool para atingir “níveis de consciência superiores” e se inspirar para a música e para a imagem.

Os aspectos de 2014 são muito favoráveis para Peixes. Só não vale engordar, desanimar, adiar, acomodar.

Os aspectos favorecem a vida amorosa, o trabalho, a criatividade. Talvez nem todos os projetos se realizem por exigirem um investimento superior de dinheiro, tempo e energia. MAS é exatamente esse reconhecimento dos limites que pode fazer Peixes, se enquadrando dentro do que “pode ou não pode”, realizar o máximo e ter um ano frutífero e de muita satisfação.

O que é que dá para fazer? Dá para fazer muito. Dá para superar alguns limites, muitos, mas não todos. Não pode perder a dívida de vista, não pode arriscar a saúde, não pode esperar a visita do anjo-da-guarda.

Dá para cuidar da saúde, da vaidade, ser feliz em relacionamentos familiares, afetivos, amizades. Sempre existem testes. Quem não estiver na frequência positiva de Netuno, não vai conseguir cair na rede.

Peixes muitas vezes tem a sensação de muito tempo perdido, pela reflexão, pela observação que é muito importante, mas que não rende frutos. Talvez muitos piscianos prefiram ficar na plateia, bater palmas, ir ao cinema e colecionar os vídeos do que participar, criar, se expor a críticas e vencer a falta de confiança.

2014 poderá ser um ano de virada. De cuidar de si mesmo, de cultivar as boas sementes do jardim e cortar as trepadeiras e ervas daninhas.  Aqueles que estiverem com dificuldades em FAZER, pela energia de Netuno que pode gerar uma sensação de estar fora do mundo, devem procurar ajuda. Como último signo do Zodíaco, Peixes é oito ou oitenta. Alguns podem descobrir doenças como labirintite, fragilidades nos pulmões ou rins. Mas é a manifestação negativa que pede para que Peixes cuide do corpo físico, instrumento para viver essa vida, para realizar sua missão. Mesmo que antenado com as estrelas ou  sereias, deve aceitar o mundo material e todos os seus limites. É dentro do limite da idade, das horas do dia, do extrato do banco, das taxas de glicose controladas, que se pode fazer o melhor da vida.

Artigos Relacionados

Back to Top