Resposta ao leitor: Astrologia e Saúde

Postado em 4 de agosto de 2014 por Andreia Modesto

São muitos os pedidos para falar sobre Astrologia e Saúde. E é preciso reconhecer que a casa 6 tem realmente uma grande poder de tradução dos problemas que enfrentamos. Exatamente por ser a casa do cotidiano e pelo fato de que a maior parte das pessoas desenvolve os problemas de saúde em função do tipo de trabalho ou tipo de vida que leva.

Há pouco tempo, um jornalista que passou a trabalhar home office, chegou assustado com os 20 quilos que ganhou em seis meses. Pouco adepto das academias de ginástica acabou transformando sua geladeira na sua melhor companhia. Não quer pedir para retornar a redação, mas já entendeu que vai precisar de uma outra rotina para conseguir produzir sem engordar.

Pessoas que trabalham de pé por uma vida toda, ou que pulam a hora do almoço durante anos, comendo um salgadinho mal feito, acabarão colhendo os frutos dos maus tratos com o corpo.

Então, manda a tradição que se analise os planetas regentes e contidos na casa 6, seus aspectos, elementos, enfim…quando Marte, Urano, Saturno, Netuno ou Plutão transitam pela casa 6, todo cuidado é pouco. O melhor é se prevenir, evitando as traduções comuns de desequilíbrio no metabolismo, seja por um dia-a-dia estressante, seja por sintomas de doenças congênitas ou herdadas.

Mas, pode-se falar da saúde também por Quíron, para identificar os pontos fracos. Ou pelos signos solares, pelos planetas e regentes das casas 4, 8 e 12, e também por outras avaliações: o excesso do elemento ar pode gerar a asma, a rinite, as dificuldades respiratórias e prejudicar os pulmões (Gêmeos, Libra e Aquário); o excesso do elemento terra pode gerar artroses, osteoporose, problemas de coluna e dentes (Touro, Virgem e Capricórnio); o excesso do elemento fogo pode gerar enxaquecas, problemas de coração, quedas, tombos, acidentes, pressão alta (Áries, Leão e Sagitário); o excesso do elemento água pode gerar tendência a reter líquidos, ganhar peso, problemas de circulação, tireoide, depressão (Câncer, Escorpião e Peixes).

Citei que é preciso analisar o signo solar: problemas renais têm a ver com Libra; Gêmeos não deve fumar; Câncer herda problemas de saúde de família; Áries tem enxaquecas frequentes…conheci Sagitários que repetiam o problema no fêmur, o que remete ao próprio mito de Quíron. Arianos se queimam com frequência…

Se Áries tem tendência a problemas agudos, Peixes tem maior tendência a problemas crônicos. Mas, em todas as análises, o melhor é tentar investigar todo o mapa e tentar avaliar de modo preciso e profundo. Muitos médicos homeopatas, são eles próprios astrólogos e utilizam sobretudo a relação entre os elementos. Excesso ou carência podem levar a desequilíbrios. É óbvio que os trânsitos  e progressões também ativam o metabolismo: Plutão e Marte trazem infecções, Netuno traz diagnósticos imprecisos e Saturno faz o joelho latejar no final do dia. Vênus sendo pressionada por qualquer planeta, assim como a Lua, podem indicar problemas na parte gineco e hormonal no mapa astral de uma mulher. Júpiter pode trazer ganho de peso ou problemas de fígado e vesícula.

Os Nodos envolvendo o eixo casa 6-casa 12 PODEM trazer para primeiro plano a questão da saúde. Não é diferente com o eixo casa 2-casa 8, pois aqui, é possível travar-se uma luta para conseguir sobreviver (não é regra, pois a maior parte das leituras vai se ater a questões financeiras ou de relacionamentos).