Signos e finanças – Touro e poupança

Postado em 23 de abril de 2016 por Andreia Modesto

Enquanto os homens gastam dinheiro numa só tacada, comprando o carro mais caro ou o computador de primeiríssima geração ( nem um nem outro eram necessários), as mulheres não sabem onde o dinheiro foi, mas o dinheiro desapareceu no dia a dia, presentinhos, creminhos, calcinhas, camisetinhas, chocolatinhos a mais no mercado e por aí vamos…

Turistas brasileiros são reconhecidos no exterior por gastarem muito e são recebidos com pompa nas lojas das grandes cidades onde os atendentes se esmeram em falar português.Educação financeira não é nosso forte, país de abundância e desperdício.

Touro, Escorpião, Câncer, Peixes e Sagitário são signos de prosperidade, fertilidade, o que se revela não somente na conta bancária, mas também no número de filhos ou no legado que deixam para o mundo.

O elemento água (Câncer, Escorpião e Peixes) é o elemento da fonte da vida. Maré alta, maré baixa e o dinheiro pode vir e ir com mais rapidez do que gostaríamos. Dos três signos do elemento água, Câncer é aquele que mantém uma constância maior na relação com o dinheiro. São signos de herança, mas podem herdar imóveis, dinheiro ou grandes dívidas e problemas.

Escorpião e Peixes são muito gastões e podem optar por fazer dívidas para terem a obrigação de juntar dinheiro. Acabam financiando ou pagando consórcios porque sabem que de outra maneira não conseguiriam juntar dinheiro.

Sagitário é o signo de Zeus-Júpiter, que representado pelo planeta, costuma estar associado a boa sorte, inclusive na saúde e finanças, embora isso não seja regra para todo sagitariano.

Mas uma aula sobre “dinheiro” ou administração financeira, tem que começar por Touro, signo que ensina sobre as necessidades mais básicas de sobrevivência e com ele aprendemos a guardar dinheiro – o ditado “dinheiro não leva desaforo”, foi criado por algum taurino que pacientemente guardava suas moedas num cofrinho, resistindo a todas as vitrines.

Em alguns países, ser controlado financeiramente é qualidade mais do que cultivada. É muito bom preservar o dinheiro e conseguir economizar mesmo que nas pequenas coisas do dia a dia. Você é reconhecido e admirado por isso. Ostentar ou comprar artigos por um preço mais alto sem pesquisar é considerado idiotice.

Não por aqui. O Brasil gostar de repetir a exuberância da natureza generosa. Na terra do “onde se planta tudo dá”, lidamos com as riquezas como se elas jamais fossem terminar.

Mas o colchão do berço esplêndido anda mais duro. Já passamos por muitas crises e apertos financeiros, é verdade, mas nada como as dificuldades desse momento. Se em outras épocas também foi preciso apertar o cinto e tentar driblar a inflação, agora além do aperto, parece existir hoje um cansaço imenso dessa situação que se repete.

Voltando aos signos, é preciso desenvolver a energia de Touro para conseguir guardar dinheiro de modo a construir uma boa segurança para o futuro. A pergunta mágica é sempre: “Eu realmente preciso desse produto?”ou “Eu realmente preciso desse serviço?” – ou posso encontrar outra solução, ou ainda, adiar essa compra ou contratação.

Touro ensina que dinheiro honesto, ganho pelo nosso trabalho bem realizado, é uma bênção. Pois nos permite não só usufruir um pouco mais da vida com alegria, viajar e ter conforto, como também ajudar a muitas pessoas que precisam de nós. Capricórnio, Touro e Virgem frequentemente ajudam outros parentes que não souberam ou não conseguiram uma estrutura profissional e financeira tão sólida.

Não existe nada pior do que uma pessoa identificada com bens materiais e que usa o dinheiro como uma medida para avaliar e escolher os amigos. Mas tudo é questão de dose. Negar a importância do dinheiro também é bobagem.

As lições de Touro são as lições de preservação e recuperação. Um vestido velho pode virar uma camiseta de ginástica se tivermos imaginação e uma boa tesoura. E Touro nos avisa que vamos envelhecer e não conseguiremos produzir como produzimos aos 30 anos. Por isso, prevenir e preparar uma aposentadoria é fundamental.

Uma dica “taurina” para começar a guardar dinheiro é se obrigar a guardar uma pequena quantia mensalmente. Com a tecnologia permitindo aplicações automáticas, não é difícil fazer isso. Você pode escolher um dia qualquer, a data do seu aniversário, o número da sorte, ou pesquisar o dia da entrada da Lua Crescente. Se cair num sábado, coloque um dia antes. Se cair num domingo, coloque um dia depois.

Após seis meses, aumente um pouco o valor. E depois de mais seis meses, aumente mais um pouco. É um exercício constante para conseguir reter, começar a acumular, conseguir segurar as finanças e evitar que o dinheiro escorra para o ralo.

Ter uma certa segurança financeira depende de disciplina. Conheço pessoas que ganham muito, mas gastam muito. Com filhos na escola e pagando casa e carro, não dá mesmo para guardar, mas sempre é possível economizar, ainda que simbolicamente. O exercício é o que importa, para que aquela pessoa não veja sua energia escoando sem que possa usufruir dela. É preciso ver o mínimo que é possível aplicar e começar por aí.

Uma outra dica é abrir a poupança/investimento em um banco ou agência diferente, não ter cheques ou cartões desse banco e enviar os valores uma vez por mês automaticamente. E “esquecer” essa outra conta, para que não exista nenhuma chance de poder tirar o dinheiro antecipadamente.

Dia 25 e dia 26 de abril (segunda e terça) serão bons dias para iniciar poupança ou qualquer outro investimento, mas não de muito longo prazo. Podem ser investimentos visando trocar de carro daqui a alguns meses ou mesmo um ano à frente. Ou, se preparar para uma viagem longa no final do ano. Sol em Touro e Lua em Sagitário.

Para investimentos de longo prazo, aguarde 06 de maio (Lua Nova em Touro) e 13 de maio (Lua Crescente em Leão).

Boa poupança!