Sol em Sagitário. Entrada do Sol em Sagitário em 2013. Papa Francisco, o papa que veio de longe.

Postado em 21 de novembro de 2013 por Andreia Modesto

SAGITÁRIO

Amanhã, o Sol entra no signo de Sagitário. Um signo mais rico do que se imagina. Não por ser um signo mutável,  mas por ser muito mais do que um signo de expansão e fé.

É um signo de poder, sabedoria, justiça, viagens, teorias, estudos, fé e religiosidade. Também um signo que ama a natureza, os animais e o contato com a grama, a areia, o contato com o sol. Pode ser o peregrino, o erudito, o juiz de Direito, o padre, o militar, o guru, o agente de viagens…enfim!

Busca a Verdade e pode encontrá-la em textos escritos em grego ou sânscrito, no isolamento do templo no alto da montanha, no contato com suas plantas, cavalos e outros animais ou caindo de pára-quedas em algum país desconhecido. Ou ainda, nos tribunais de Justiça, nas salas de aula, no curso de Yoga.

Em oposição a Gêmeos, tem profundidade e compromisso com a Verdade. Importa-se menos com a diplomacia. Pode parecer tão rude quanto Aquário em alguns momentos e acredita que a verdade é sempre melhor do que as pequenas mentiras do cotidiano.

Estou descrevendo Sagitário, O SIGNO. Não estou descrevendo sagitarianos que podem ter Ascendente em Libra e Lua em Gêmeos e o  Nodo Sul na casa 7, o que transforma a energia de Zeus, o poderoso Senhor do Olimpo.

O sagitariano de 2013, o “papa” Francisco, o papa estrangeiro, que veio de longe, que detém o poder sagitariano da fé mas que pelo Nodo Sul em Gêmeos, gosta de pessoas, é simpático e facilita a comunicação com todos.

Possui Lua e Vênus em Aquário (um novo discurso), Saturno em Peixes em oposição a Netuno em Virgem. Mercúrio e Júpiter conjuntos em Capricórnio, Marte em Libra. O Nodo Norte em Sagitário faz conjunção com o Sol.

Realização do poder representado por Júpiter, com a simpatia de Gêmeos e o reconhecimento da fragilidade da condição humana por Aquário.