Astro Destino
  • Trânsitos e Progressões – Previsões astrológicas e as nossas respostas à vida
    flower-mandala

    Um cliente escreveu dizendo que sente que não viveu a vida que deveria ter vivido. Trocamos emails porque eu discordo. Ele tem hoje uma consciência que não tinha quando atravessou experiências difíceis aos 23 anos de idade. Então, hoje, ele pode olhar para trás e perceber que poderia ter feito outras escolhas. MAS, ele teria que ter, aos 23 anos de idade, a percepção que ele tem hoje, aos 58 anos. Ou seja, seria impossível que tal ocorresse.

    Fiz um texto sobre as previsões na Astrologia e o impacto que elas produzem em nós. Não é um texto técnico, mas um texto que toca exatamente na questão de que nem sempre estamos prontos para aceitar os desafios como a vida nos propõe. Não estamos prontos, simplesmente. Será preciso tentar mais tarde.

    Um trânsito ou uma progressão, é um sinal de que é preciso mudar. Algo novo e diferente vai acontecer. Em alguns momentos estamos tão desligados de nós mesmos ou tão inseguros, que nem conseguimos entender o que é que exatamente a vida demanda. Ou nos apavoramos com tal mudança, que três anos depois poderá ser realizada com toda a satisfação e alegria. O tal “momento certo”. Segue o texto:

     

    Os cursos de Astrologia começam com o conhecimento das letras que formam a linguagem astrológica. Planetas, casas, aos poucos o aprofundamento nos signos, o jogo formado pelos aspectos, a dinâmica vai se tornando cada vez mais complexa. Nos últimos módulos, as sinastrias, trânsitos e progressões.

    As diferentes influências planetárias, sejam por trânsitos ou progressões, estão sempre ali no mapa. Quando alguém que está sendo pressionado por Saturno pergunta – “Quando é que esse planeta vai sair daí?” – na verdade, está perguntando quando é que aquele aspecto que tanto incomoda, vai se tornar mais fraco. Mas Saturno e todos os outros planetas continuarão atuando sobre o mapa de nascimento de todos nós e de tudo o que existe no planeta Terra. Em alguns momentos da vida, não existe tanta pressão ou tanto impacto de energia sobre o nosso mapa. Atravessamos fases mais tranquilas.

    Em outros momentos, vários planetas se alinham de modo a forçar algum tipo de mudança e renovação. Pode ser que consigamos responder ao que os planetas nos pedem para realizar. Ou que possamos oferecer resistência e deixar a crise debaixo do tapete por algum tempo.

    Muitas pessoas notam que a vida parece fluir como uma espiral. Alguns pontos, situações, pessoas, retornam de vez em quando, como se o processo obrigasse a essa nova visão sobre fatos que já ocorreram. Ou, ocorrem situações muito semelhantes com aquelas que já foram vividas anteriormente, mesmo que o cenário e os protagonistas sejam outros.

    Diz a teoria que os trânsitos são sentidos de um modo mais intenso, enquanto que as progressões são sentidas de um modo mais sutil. Ou que as progressões são processos mais subjetivos do que os trânsitos. Nem sempre isso se comprova.

    O que pode fazer alguém não perceber ou não conseguir aproveitar uma determinada influência planetária, é o fato de que não se sinta pronto para aquela experiência. A vida está dizendo que essa pessoa está pronta. Mas ela própria não se reconhece dessa maneira.

    Não são raros os contos de fadas em que o herói ou heroína esbarram nos próprios erros várias vezes até chegar no tal final feliz. Alguns de nós só consegue aprender com a experiência própria e não há mestre ou professor maior do que o confronto direto com a vida. Outros preferem ler, meditar, refletir sobre livros, absorvem de boa vontade os ensinamentos que lhes são transmitidos e confiam.

    Não existe uma receita única para viver. Se algumas pessoas aprendem de modo mais doloroso, não há como modificar essa postura. Elas não conseguiriam evoluir de outra forma. Isto não significa que sejam melhores ou piores que outras. É porque é daquela maneira que ela consegue perceber o sentido maior de sua existência. E talvez consiga uma dimensão e profundidade maiores do que outras.

    Cada um de nós conta a sua própria história como pode, como consegue, como se esforça por contar. Muitos se queixam de que deveriam ter vivido de outra forma. Será? Acredito que nossa percepção seja sempre falha, nebulosa, fraca. Mesmo com as ferramentas de conhecimentos como a Astrologia ou Numerologia, vamos até certo ponto.

    Aqui não me refiro a pessoas que não possuem nenhum poder de crítica ou questionamento e que vivem amorfas, mecanicamente dando conta de suas atividades cotidianas, ou seja, não vivem. Falo das que tentam ser sempre melhores a cada dia. E buscam caminhos, respostas, soluções, explicações.

    Fazemos o máximo que conseguimos. E não temos que nos penitenciar de não atingir o grau de exigência que consideraríamos perfeito. Não há perfeição no mundo material. Existem tentativas, o esforço concentrado, o desejo sincero de progredir dentro das nossas terrenas limitações.

  • Horóscopo Semanal: 04/08 a 10/08 – Lua Cheia em Aquário em 10/08, domingo, 15 h 10 m
    lotus-mandala-michael-hickey

    *lotus mandala – Michael Hickey

    Fiquei garimpando frases para a postagem do horóscopo semanal. E entendi que em alguns momentos, não vamos encontrar frases ou palavras que descrevam o que queremos dizer. Estabeleço um prazo para encontrar frases e imagens, pois esse processo precisa ser prazeroso e não exaustivo.

    Semana de prosperidade, fertilidade, contentamento, sem que se perca a noção dos limites do que chamamos realidade do mundo material. Da Lua Crescente do dia 03, domingo, final do dia, até o dia 10, Lua Cheia em Leão, semana de energias amorosas. Lua Cheia em Aquário, amor a toda a humanidade. Sol em Leão, amor aqueles que formam nossa família de sangue ou os amigos mais próximos.

    A Lua Crescente no domingo, em Escorpião, seguirá seu curso até a formação da Lua Cheia no próximo domingo, dia 10. Expansão, abertura, luz, alegria. E Saturno em quadratura com o Sol, contração, controle, segurança. Dois movimentos contrários e complementares.

    Criatividade, desejo, energia, fé, abertura. Responsabilidade, formatação, planejamento, estrutura. Um céu em que amor e liberdade andam juntos.

    Compromisso e cuidados com as outras pessoas, não impedem os voos individuais. O reconhecimento da força pessoal não impede a abertura para os relacionamentos.

    Você pode voar na imaginação. E pode ir mais longe no mundo real. Se pular de paraquedas, siga todas as ordens do instrutor. Se viajar para o outro lado do mundo, faça escalas para descansar um pouco. Depois de muito trabalho, você tem o direito e o dever de tirar férias. Depois de uma fase ociosa, o movimento é na direção da produtividade.

    A vida é uma experiência rica, altos e baixos, picos altos, vales profundos. Aproveite, conheça, registre, aprenda, comente, doe, distribua. De mãos dadas em muitos momentos, completamente só em outros tantos. Continue sempre. Tenho mergulhado um pouco nos textos da Seicho No Ie e li algo que pode sintetizar a grandiosidade da vida humana e de todas as horas que vivemos, fáceis ou difíceis. E por isso, pode sintetizar a energia da semana que se abre no dia 04/08: “Toda a vida é expressão da Vida maior de Deus”. Acabei lembrando de palavras muito próximas do que desejo dizer.

  • Horóscopo Semanal – 28/07 a 03/08 – Lua Crescente em Escorpião a 03 de agosto, domingo, 21 h 50 m
    567

    Mercúrio entra no signo de Leão

    Sol conjunto Júpiter  recebe quadratura de Saturno e trino de Urano

    Vênus oposição Plutão recebe trino de Saturno

    Marte quadratura Sol e Mercúrio recebe trino de Netuno

    Lua Crescente a 03 de agosto, domingo, 21 horas 50 minutos – Fértil, mágica, romântica, intensa.

    Aspectos contraditórios, num céu em que a proposta é o Nodo Norte em Libra. Mas a posição de Urano em Áries revela agressividade e a explosão de violência com que o mundo se depara. Nunca foi muito diferente disso, pois épocas de violência podem ser traduzidas por outros aspectos tensos, que envolvam Marte, Urano e Plutão. E até mesmo, Júpiter pode estar envolvido.

    O mundo viveu poucos períodos de harmonia e paz. Os desafios continuam e com a possibilidade de conexão imediata, a consciência do planeta se expande. Esperança e atitude. Oração, fé e ação. Fazer o que se pode fazer. Entendendo que na maioria das vezes, o que está por detrás de qualquer guerra ou conflito em nome dos deuses ou de uma ideologia diferente, é apenas o desejo por terras, poder, dinheiro, bens, o ouro e a prata, as riquezas que não levamos para o plano superior.

    Tentar criar um ambiente próximo que seja harmonioso, com respeito, sem preconceitos ou hostilidades. Respeitar o que é diferente e ainda tentar aprender com ele. Sempre será possível desde que exista boa vontade.

    Os signos do elemento fogo, Áries, Leão e Sagitário, podem se sentir mais mobilizados a tomar atitudes, ter iniciativas, topar convites ou propor novos projetos. Câncer e Capricórnio continuam se adaptando aos novos tempos e reconhecendo a sensibilidade de cada um. Escorpião, amadurece e começa a estabelecer prioridades, se planeja, descobre que para conseguir usar todo o potencial que possui, é preciso montar estratégias e usar a agenda sem se dispersar. Com um pouco mais de disciplina, se vai mais longe!

    Entusiasmo, vontade, trabalho e esforço. É a fórmula mágica.

    “Felicidade é uma construção a fazer. O alicerce está em ti mesmo. Recorda: terás sempre o que deres de ti.” – Chico Xavier

  • Resposta ao leitor. Signos e relacionamentos. Livre-arbítrio e destino. Áries, Leão, Sagitário e Virgem. Tomada de consciência.

    Hoje, 26/07 – Lua Nova em Leão: Lua Nova em Leão: Não é fácil se construir ou se reconstruir. Sem manual de instrução, pedaço por pedaço. Alguns sonhos ficarão pelo caminho. Outros sonhos virão. Asas de prata ajudam a seguir em novas direções e as cinzas ficam para trás. Você pode nascer de novo. – com base em Hornby e Aberjhani

    *****

    1 – Uma leitora pergunta quais os aspectos que podem apontar num mapa astral que aquela pessoa terá grandes dificuldades na vida amorosa. Bom, existem vários aspectos que podem indicar dificuldades. O mais comum não é o individualismo, mas o excesso de idealização. O fato de se imaginar que possa existir alguém perfeito para começar um relacionamento perfeito e sem nenhum tipo de crise ou dificuldade. Queremos amar e queremos ser amados, mas não queremos atravessar crises ou correr riscos. Então, é preferível ficar de fora, olhando para a vida amorosa sem nos expormos realmente.

    Quando o Nodo Norte ou Cabeça do Dragão cai na casa 5, 7 ou 8, podem existir questões mais complexas, pois o desafio é mesmo o amor, o relacionamento, a transformação através do outro. E se Vênus e Juno estiverem em aspectos fortes com Saturno, Urano, Netuno ou Plutão, ou em aspectos com o Nodo Norte ou ainda, na casa 5, 7 ou 8, os relacionamentos afetivos podem ser a mola para o desenvolvimento pessoal, por frustrações ou por alegrias.

    Não é preciso dramatizar muito. Não é raro que alguém tenha que abrir mão de uma carreira pessoal porque o parceiro afetivo foi transferido para outra cidade. Ou, se converter a outra religião para poder ser aceito na família do outro. Ou, simplesmente, sofrer algum período de dificuldades financeiras porque o parceiro faliu. Ou, situações em que um parceiro acaba abrindo mão da própria carreira para ajudar o outro, que produz e ganha muito, mas não sabe organizar a vida financeira.

    Vejo que existe sempre muita expectativa não somente sobre a vida amorosa, mas também outras áreas da vida como carreira. Acredito que devamos tentar fazer o melhor e esperar o melhor, mas dentro de alguns limites.

    2 – Uma leitora pergunta até que ponto podemos realmente escolher e até que ponto devemos acreditar e aceitar que algumas experiências estão já predestinadas.  Não creio que exista uma resposta definitiva. Vamos fazer especulações e para quem atende com a Astrologia, o que será possível é registrar quando os três planetas trans pessoais trazem eventos que são provas para a nossa força de vontade e quando Saturno e Mercúrio nos oferecem situações onde claramente podemos escolher o caminho a tomar. Ou, quando as duas coisas se misturam. Lidamos com o imponderável, mas podemos escolher agir assim ou assado diante do fato. Em teoria, Urano, Netuno e Plutão representam “forças maiores”, que nos impelem ao desenvolvimento, por situações que nos parecem injustas ou que pelo menos, nos surpreendem e não foram planejadas por nós (na maior parte dos casos). É óbvio que podemos planejar uma iniciação espiritual por Netuno, uma cirurgia por Plutão e uma viagem por Urano. Mas, falo dos trânsitos que trazem rupturas, surpresas e constatações de fatos não planejados, positivos ou negativos. E Saturno e Mercúrio, por serem energias racionais e terrenas, nos oferecem claramente a chance de pensar, pensar e escolher o melhor caminho. Gêmeos, Libra, Capricórnio e Virgem são signos que parecem exercer com mais frequência esse poder de escolha. Ou pelo menos, parecem aceitar e gostar mais da ideia de poder escolher.

    **********

    Aqui, vou falar dos aspectos de 2015, quando Saturno estiver em Sagitário, com Júpiter em Leão e Urano em Áries, no primeiro semestre. Serão três planetas no elemento fogo, associado a boas vibrações, entusiasmo e iniciativa. E no segundo semestre de 2015, quando Saturno voltar a Sagitário em movimento direto e sem mais retrogradação para Escorpião, Júpiter e o Nodo Norte estarão em Virgem. A quadratura Saturno-Júpiter, acontecerá em planetas mutáveis, inteligentes, curiosos, ativos, enérgicos e poderá representar um avanço em várias áreas de conhecimento.

    O primeiro semestre de 2015, parece acender o interesse e o reconhecimento de que temos potência para fazer muito mais do que fazemos. Passamos boa parte de nossas vidas inconscientes do nosso poder. A maior parte das pessoas sempre se queixa que “perdeu muito tempo”, pensando demais ou relutando e postergando o que já poderia ter feito. Mesmo nesse segundo semestre de 2014, os aspectos formados entre Júpiter e Urano, funcionam como uma centelha que acende a vontade de fazer mais! E traz a coragem e o estímulo necessários para ir mais longe. Sabemos que o elemento fogo registra também as guerras e todo tipo de intolerância em relação aos outros que nos são diferentes. Mas, aqui, tentamos fazer a leitura mais “feliz” e possível. Também os aspectos de Marte e Plutão se relacionam com a violência, mas são também presentes nos mapas daqueles que souberam usar sua energia para mobilizar outras pessoas a revoluções “pessoais” no bom sentido. Um aspecto em si não é bom ou mau. É preciso analisá-lo dentro do CONTEXTO do mapa astral, dentro do contexto de nossa história de vida, e saber o modo como o utilizamos, com leviandade ou com sabedoria.

    O elemento fogo é o que nos traz a consciência de quem somos e do que podemos fazer. E quando Saturno estiver em Sagitário, poderá nos mostrar que todo conhecimento que adquirimos, nos transforma, torna-se parte de nós, alquimizado em nosso cotidiano. As guerras, infelizmente, não vão acabar de repente. Independente dos aspectos tensos ou harmoniosos existem interesses que desafiam as estrelas e teorias ou movimentos pela paz. Mas se existir uma consciência cada vez maior do que somos e do que podemos fazer, aos poucos podemos ir nos transformando e ajudando o cenário a nossa volta se transformar também.

    Arianos, leoninos e sagitarianos, terão desafios maiores nesse segundo semestre de 2014 e todo o ano de 2015. O convite é para uma participação ativa, positiva e motivada diante da vida. Menos individualista e mais cooperativa. São signos de ação, brilho, dignidade. São também impulsivos e têm a cabeça quente, sobretudo Áries e Sagitário. Precisam de uma causa para viver e dão o melhor de si. Observando a história pessoal e o grupo de amigos ou os contatos que possuem, conseguirão realizar muito. Virgem terá o mesmo convite a partir do segundo semestre de 2015. E o signo do trabalho, poderá usar a inteligência e sensibilidade (que sempre esconde) para estudar, transmitir conhecimentos, pesquisar com profundidade e criar ideias e projetos que também ampliem a consciência humana.

  • Atendimento à distância – O céu do segundo semestre de 2015, Júpiter em Virgem
    Signos-do-Zodiaco

    Algumas pessoas pediram para esmiuçar melhor como pode acontecer um atendimento à distância. O atendimento pode ser feito de três maneiras: por escrito, por skype ou mesclando o texto e o skype. Tudo vai depender do modo como cada um de nós gosta de ser atendido.

    Algumas pessoas gostam de ter tudo por escrito, pois desse modo, podem consultar o texto ao longo do ano. Outras gostam do contato por skype, onde podem tirar as dúvidas naquele momento. Outras pedem um primeiro texto e depois vamos para o skype para tirar as dúvidas sobre o texto ou aprofundar algum ponto.

    Eu combino com cada cliente. E o que é importante é saber que não é uma leitura fria, mas que permite interação, mesmo quando for feita unicamente por escrito. Eu troco emails com meus clientes até que ele tenha compreendido todas as informações.

    ****

    2015 – Júpiter e Nodo Norte em Virgem – avanço tecnológico, valorização da educação, descobertas da medicina

    Se a função da Astrologia é ajudar a prever, o ideal é que se avance um pouco mais na análise do momento “presente” e se possa ir mais à frente. Isto se chama planejamento.

    Em todos os sites e blogs, a festa é para Júpiter em Leão, merecidamente. Júpiter estava à vontade no signo de Câncer e está ainda mais feliz iluminando um signo do elemento fogo, elemento de Sagitário, signo regido por Júpiter. Então, podem existir muitas festas e motivos de comemoração, mesmo que Saturno em Escorpião peça algum comedimento.

    Mas, quando Júpiter entrar em Virgem em agosto de 2015, o céu estará se tornando absolutamente mercuriano. O céu do segundo semestre de 2015, terá:

    Sol, Júpiter e Mercúrio em Virgem (em agosto, Júpiter permanecendo em Virgem até setembro de 2016 –  Nodo Norte entrando no signo de Virgem. Em outubro de 2015, Vênus e Marte em Virgem.

    E Saturno entrando em Sagitário, em setembro. Movimentos de retrogradação de Vênus e Mercúrio.

    Então, do mesmo modo como aconteceu em 2014, 2015 será dividido em duas fases bens distintas. O primeiro semestre, muito parecido com o segundo semestre de 2014, e o segundo semestre, com um tom mercuriano de valorização do conhecimento.

    Se Saturno pressiona Sagitário e Júpiter expande o curioso e atento signo de Virgem, o céu parece motivador para quem acredita que vale a pena investir em educação, conhecimento, para quem ama as leituras e não gosta de limitações para a mente!

    O ano de 2014 e o primeiro semestre de 2015 têm uma conotação mais emocional e tensa do que as energias do segundo semestre de 2015. 2015, sobretudo a partir de agosto, poderá ser um período de crescimento para o Brasil, país regido por Virgem, por ser comemorado em 7 de setembro. E o céu das eleições em 2014 é um céu radical de mudanças, que devem e precisam balançar o modo como está estruturado o país. Ou melhor, como não está estruturado, pois o que se viu na Copa, foi uma organização e uma segurança circunstancial, válida para aqueles 30 dias, boa para os estrangeiros aproveitarem a festa.

    O que interessa nessa postagem, é lembrar a todos os signos, que se tiverem interesses, desejos, metas para estudar e viajar estudando, devem se programar para o segundo semestre de 2015. Os ventos soprarão a favor. O signo de Virgem é muito prático, de onde se deduz que o conhecimento será tangível, palpável, nada de teorias que não se confirmam na prática. Será um período de recompensas e colheitas, pois é essa a essência do signo regido por Mercúrio. Netuno em Peixes, Saturno em Sagitário, Júpiter e Nodo Norte em Virgem, enfatizam os signos mutáveis, signos duplos.

    Se Sagitário parece ser muito diferente de Virgem ou Gêmeos, é preciso lembrar que Mercúrio e Júpiter se davam muito bem no Olimpo. Mercúrio servia a Zeus que muitas vezes fazia vista grossa para suas traquinagens ou confusões. Mapas em que predominam planetas nos dois signos, estão associados a pessoas inteligentes, curiosas, que perguntam muito, criam respostas, criam perguntas, mentais mas não necessariamente frias. Inquietas e instigantes e com vidas extremamente ricas em experiências.

    Mas, por enquanto, Leão comemora apagando as velinhas!

Back to Top