Trânsito de Saturno

Postado em 27 de novembro de 2011 por Andreia Modesto

“Criar uma florzinha é o labor dos séculos.” Blake

Quem tem medo de Saturno? É quem tem medo de responsabilidade, estrutura, construção e firmeza diante da vida. Quem gosta de se posicionar, assume responsabilidades pelas escolhas que faz e consegue lidar bem com a passagem do tempo, não tem porque ter medo de Saturno. Saturno não representa apenas a responsabilidade mas representa também a autonomia e a potência de realizar o destino.

Acho que já usei essa imagem numa outra postagem, mas o que funciona, vale a pena repetir: você só pode decorar o interior de sua casa, depois que o engenheiro tiver “batido as estacas bem firmes no fundo da terra”. Ou você vai decorar as paredes com lindos quadros e cortinas e a casa pode ir pelos ares na primeira enchente ou terremoto que a vida preparar para você. Deu para entender?

É glamouroso pensar na cor do papel de parede ou se coloca persianas japonesas ou algo mais fino, cortinas de renda…Todos nós precisamos de estrutura. Saturno rege a coluna, ossos, joelhos, pele, dentes…

Por fora, bela viola…as pessoas gostam de viver de aparências porque vivemos num mundo que incentiva o escapismo, a fantasia, o devaneio…e é por isso que as pessoas usam tantos anti-depressivos ou qualquer outro tipo de droga que as deixe anestesiadas.

Saturno representa o senso da realidade e se você não possui um “Saturno forte” no mapa, não consegue construir o seu próprio destino. Não é uma energia de teorias ou idéias bonitas mas uma energia do “fazer a si próprio”, seja lá de que jeito for…

E os trânsitos de Saturno apenas colocam uma “lupa”, enfatizam alguma área da vida e pedem para avaliar se é preciso estruturar ainda mais aquela área ou realizar mudanças para que novos alicerces sejam estabelecidos. Usando duas expressões populares, Saturno nunca “chuta o balde” ou “joga a toalha” de modo leviano. Se preparar rupturas, vai ser depois de muito tempo de avaliação e elaboração daquela determinada questão. Afinal, ele não tem pressa para nada, sabe muito bem o que quer da vida e procura realizar o seu destino sem dar trabalho para ninguém.

Saturno transitando pela casa 7 é uma fase de avaliação de relacionamentos. Quem serve e quem não serve para ser um par profissional, um parceiro afetivo, um bom amigo, um confidente, um sócio nos negócios…vou conseguir ver o outro de uma maneira mais clara – sem aquele óculos cor-de-rosa…e só vou cortar da minha vida quem realmente já não tem nada a acrescentar.

Posso me tornar mais seletivo e exigente nas relações, menos caloroso e mais contido? Talvez sim. É um processo que pode exigir um certo recolhimento. Mas também pode ser uma fase positiva para “esclarecer questões mal-resolvidas”. Você acha que aquele amigo se afastou porque você disse algumas coisas na hora errada? Procure por ele e organize a relação evitando que algum mal-entendido fique no ar…

Saturno é um planeta de vontade, do querer, do poder do indivíduo. Não perde o controle sobre nada e sabe muito bem compreender os processos (dificuldades) que enfrenta. Como também sabe vibrar com os prêmios ou promoções que recebe por merecimento. Controla as emoções porque sabe que tudo tem a hora e o lugar certo para acontecer.

Saturno transitando pela casa 7 pode ser símbolo de divórcio? Talvez seja a tradução. Mas é um dos trânsitos clássicos de casamento. Plutão e Urano transitando pela casa 7 são muito mais ferozes para derrubar um casamento. Se Saturno procura estrutura, vai batalhar para manter a estrutura já existente. Afinal, trata-se de uma energia bastante conservadora.

Se você lida bem com Saturno, não vai ser uma pessoa que desperdiçou a vida com superficialidades ou se mostrou covarde. Vai construir sua história colocando cada tijolinho com atenção e firmeza. E vai poder oferecer muita estrutura afetiva, financeira, moral e intelectual para quem quiser usufruir da sua boa companhia. As pessoas vão gostar de poder se amparar em você e tentar imitá-lo em muitos momentos.

Alguns “saturnianos” se tornam frios, encolhidos e super-protegidos atrás de uma máscara de perfeição? Pode ser, alguns bem raros. Mas não vai ser o seu caso, não é?